Como o ruído excessivo pode afetar nossa saúde

Como o ruído excessivo pode afetar nossa saúde?

É importante saber como o ruído excessivo pode afetar nossa saúde, pois estamos constantemente expostos à poluição sonora. 

Por exemplo, você já foi a uma festa ou um show e quando voltou para casa escutou um zumbido no ouvido?

Pois é. Isso é um dos sintomas de uma exposição a curto prazo a ruídos altos.

Aliás, pode se tornar em uma lesão permanente se a exposição for frequente. 

No entanto, esse é apenas um dos motivos para cuidar da sua audição.

Por isso, vou te mostrar agora tudo o que você precisa saber sobre como o ruído excessivo pode afetar nossa saúde.

Vamos lá?

O que é poluição sonora?

Poluição sonora é toda a exposição a ruídos excessivos que pode afetar sua saúde e prejudicar a audição.

Apesar de a poluição sonora não poder ser vista ela é um perigo presente no nosso dia a dia.   

Vou te explicar.                  

O som é medido em decibéis. Por exemplo, as folhas balançando podem medir de 20 a 30 decibéis.

Já o som de uma sirene pode chegar de 120 a 140 decibéis.

Sendo assim, os ruídos que prejudicam a saúde são aqueles que atingem 85 decibéis ou mais.

Ou seja, as fontes sonoras que excedem esse limite incluem coisas familiares.

Como, por exemplo, trens do metrô (90 a 115 decibéis) e concertos de rock (110 a 120 decibéis).

Por que o ruído excessivo é uma preocupação? 

O ruído excessivo pode afetar a saúde porque os sons altos podem danificar estruturas sensíveis do ouvido interno e causar perda auditiva permanente.

Uma vez que a exposição a curto prazo a ruídos altos também pode causar uma alteração temporária na audição.

Ou seja, os ouvidos podem ficar entupidos ou pode surgir um zumbido. 

No entanto, eles podem desaparecer em alguns minutos ou horas após a saída do ruído.

Só fique atento as exposições repetidas, pois podem levar a zumbido permanente ou até a perda auditiva.

Além disso, a exposição a ruídos altos também pode causar pressão alta, doenças cardíacas, distúrbios do sono e estresse

Sem contar que também afeta a saúde e o bem-estar da vida selvagem.

Pois, os ruídos altos podem fazer o coração das lagartas bater mais rápido e dificultar a realização de tarefas em outros animais como, por exemplo, navegar, encontrar comida, atrair parceiros e evitar predadores.

Quais as principais fontes de poluição sonora?

As principais fontes de poluição sonora e que produzem ruído excessivo que pode afetar a nossa saúde são:

  • Tráfego da cidade;
  • Motosserra;
  • Sirene de emergência;
  • Fogos de artifício;
  • Cortador de grama a gás;
  • Tiro;
  • Secador de cabelo;
  • Avião a jato (a partir de 100 pés);
  • Soprador de folhas;
  • Fone de ouvido com música alta;
  • Shows;
  • Trator;
  • Máquina de lavar;
  • Entre outros.

Como saber se o ruído excessivo está afetando minha audição?

A melhor forma de saber se o ruído excessivo está afetando a sua audição é realizar uma consulta médica.

Afinal de contas, com os exames adequados você vai conseguir ter um diagnóstico mais preciso sobre a situação. 

Além disso, para adiantar a sua ida ao médico, você pode responder para si mesmo as seguintes perguntas:

  • Você ouve música com fone de ouvido?
  • Participa de eventos esportivos?
  • Você frequenta muitos shows?
  • Trabalha em um local em que está exposto a ruídos altos? 
  • Você usa armas de fogo?
  • Mora perto de uma rodovia barulhenta, ferrovia ou aeroporto?

Como se proteger do ruído excessivo?

Agora que você já sabe como o ruído excessivo pode afetar a nossa saúde, o que é poluição sonora, quais as principais fontes e como saber se o ruído excessivo pode estar afetando a sua audição.

Separei para você algumas dicas para você se proteger.

Use proteção auditiva contra ruído excessivo

Protetores de ouvido ou tampões para os ouvidos são excelentes para quando você souber que pode ser exposto a sons altos.

Dessa forma, isso inclui shows e eventos esportivos. Até mesmo uma aula de exercícios de alta energia, onde a música é aumentada ao máximo.

Verifique seu local de trabalho

Se você for exposto a ruídos altos ou prolongados no trabalho, a empresa que você trabalha deve fornecer proteção auditiva.

Outra opção é a empresa eliminar ou substituir equipamentos barulhentos, manter fontes de ruído afastadas dos funcionários ou limitar o tempo das pessoas expostas a ruídos perigosos. 

Limite sua exposição a ruídos altos em sua casa

Evite uma grande exposição a ruídos altos na sua casa.

Ferramentas elétricas utilizadas por 15 minutos ou mais, por exemplo, podem atingir níveis de ruído altos o suficiente para que possam causar danos à audição. 

Tome cuidado com os fones de ouvido

O recomendado é ouvir no máximo 60% do volume máximo por não mais que 60 minutos por dia. Crianças e adolescentes também devem seguir essa regra.

Além disso…

  • Diminua o volume na televisão e quando estiver ouvindo música;
  • Desligue a televisão quando não estiver em uso;
  • Use protetores de ouvido em shows ou eventos esportivos barulhentos;
  • Se você for exposto a ruídos altos no trabalho, use tampões para os ouvidos, protetores para os ouvidos ou fones de ouvido, quando possível;
  • Instale janelas com vidros duplos na sua casa;
  • Plante árvores para criar amortecedores de ruído;
  • Trabalhe com seu governo local para começar a regular os níveis de ruído em sua comunidade;
  • Passe algum tempo em silêncio. Medite ou relaxe em um ambiente silencioso.

Conclusão

Em resumo, no artigo de hoje te mostrei como o ruído excessivo pode afetar a nossa saúde.

Antes de tudo, você viu o que é poluição sonora e por que isso deve ser uma preocupação. 

Te mostrei também quais as suas principais fontes de poluição sonora, como saber se o ruído excessivo pode estar afetando a sua audição e o que você precisa fazer para se proteger. 

Agora quero saber de você: qual a sua principal dúvida sobre esse assunto? Me conta nos comentários! A nossa equipe fará o possível para te responder.

14 principais perguntas sobre escleroterapia
14 principais perguntas sobre escleroterapia

A escleroterapia é uma forma de tratamento em que o médico injeta um medicamento nos vasos sanguíneos ou linfáticos, fazendo Read more

O plano de saúde cobre vasectomia?
O plano de saúde cobre vasectomia

Sim, o plano de saúde cobre vasectomia. Desde 2008 o procedimento foi incluído no Rol de Cobertura da ANS. A Read more

6 dicas de autoajuda para TOC
6 dicas de autoajuda para TOC

Você sabia que existem técnicas de autoajuda para TOC? No artigo de hoje vou te mostrar 6 dicas que vão Read more

O que são doenças genéticas?
O que são doenças genéticas?

Você sabe o que são doenças genéticas? Provavelmente você conheça uma ou duas. Ou conhece alguém que tem.  Mas se Read more

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *