Como é diagnosticado o câncer de mama

Como é diagnosticado o câncer de mama

No artigo de hoje vou te mostrar quais são os principais procedimentos e exames solicitados para diagnosticar o câncer de mama. 

Antes de tudo, os médicos usam muitos testes para encontrar ou diagnosticar o câncer de mama.

Também utilizam para saber se o câncer se espalhou para uma parte do corpo e para saber quais tratamentos funcionam melhor.

No entanto, para a maioria dos tipos de câncer. A biópsia é a única maneira segura do médico saber se uma área do corpo tem câncer.

Por outro lado, o médico também pode considerar os seguintes fatores;

  • Sinais e sintomas;
  • Idade e saúde geral;
  • Incidência de câncer na família;
  • Resultados de testes médicos anteriores.

Em geral, solicitam-se os exames quando a mulher ou o médico descobrem:

  • Uma massa;
  • Calcificações anormais em uma mamografia de rastreamento;
  • Um caroço; ou
  • Um nódulo na mama durante um exame clínico. 

Sendo assim, vou te mostrar agora os testes usados ​​para diagnosticar câncer de mama.

Mamografia diagnóstica

Utiliza-se a mamografia diagnóstica quando uma mulher apresenta sinais, como um novo nódulo ou secreção no mamilo.

Além disso, utiliza-se também quando encontra algo suspeito em uma mamografia de rastreamento.

Ultra-som

Um ultrassom usa ondas sonoras para criar uma imagem do tecido mamário.

Sendo assim, ele pode distinguir entre uma massa sólida, que pode ser câncer, e um cisto cheio de líquido, que, em geral, não é câncer.

Ressonância magnética

Uma ressonância magnética usa campos magnéticos, não raios-x, para produzir imagens detalhadas do corpo. 

Isto é aplica-se um corante especial denominado meio de contraste antes do exame para ajudar a criar uma imagem clara do possível câncer.

Utiliza-se também uma ressonância magnética de mama depois que uma mulher é diagnosticada com câncer.

O objetivo é descobrir quanto a doença cresceu ao longo da mama ou para verificar se há câncer na outra mama. 

Ela também é uma opção de rastreamento, junto com a mamografia. Para algumas mulheres com alto risco de desenvolver câncer de mama e para algumas mulheres com histórico de câncer de mama.

Além disso, utiliza-se a ressonância magnética como um método de vigilância após o diagnóstico e tratamento de câncer de mama.

Biopsia

A biópsia é a remoção de uma pequena quantidade de tecido para exame ao microscópio.

Outros testes podem sugerir que o câncer está presente, mas apenas uma biópsia pode fazer um diagnóstico definitivo. 

Além disso, existem diferentes tipos de biópsias, classificadas pela técnica e/ou tamanho da agulha utilizada para coletar a amostra de tecido. Veja só:

Biópsia aspirativa por agulha fina

Este tipo de biópsia usa uma agulha fina para remover uma pequena amostra de células.

Biópsia por agulha

Esse tipo de biópsia usa uma agulha mais larga para remover uma amostra maior de tecido.

Por certo, esta técnica de biópsia é a preferida para descobrir se há uma anormalidade em um exame físico ou um teste de imagem. 

Biópsia cirúrgica

Esse tipo de biópsia remove a maior quantidade de tecido. Como se realiza a cirurgia após o diagnóstico de câncer, uma biópsia cirúrgica, em geral, não é a maneira recomendada para diagnosticar o câncer de mama. 

Além disso, na maioria das vezes, recomendam-se as biópsias não cirúrgicas com agulha grossa para diagnosticar o câncer de mama. A fim de limitar a quantidade de tecido removido.

Biópsia guiada por imagem

Durante esse procedimento, uma agulha é guiada até o local da massa ou calcificações com o auxílio de uma técnica de imagem. Por exemplo, como mamografia, ultrassom ou ressonância magnética. 

Biópsia do linfonodo sentinela

Quando o câncer se espalha pelo sistema linfático, o linfonodo ou grupo de linfonodos que o câncer atinge primeiro é chamado de linfonodo “sentinela”. 

No câncer de mama, em geral, são os gânglios linfáticos sob os braços, chamados de gânglios linfáticos axilares.

Além disso, o procedimento de biópsia do linfonodo sentinela é uma forma de descobrir se há câncer nos linfonodos próximos à mama.

Analisando a amostra de biópsia

Analisando a amostra de biópsia

Analisar a amostra removida durante a biópsia pode ajudar seu médico a aprender sobre as características específicas de um câncer.

Além disso, também ajudam a determinar suas opções de tratamento.

Características do tumor

 Utiliza-se o exame do tumor ao microscópio para determinar se ele é invasivo ou não invasivo; ductal, lobular ou outro tipo de câncer de mama; e se o câncer se espalhou para os nódulos linfáticos. 

Examina-se as margens ou bordas do tumor e mede-se a distância do tumor até a borda do tecido removido, chamado de largura da margem.

Exames de sangue

Seu médico também pode precisar fazer vários tipos de exames de sangue. Esses testes podem ser feitos antes ou depois da cirurgia.

Hemograma completo

Um hemograma completo (CBC) é usado para medir o número de diferentes tipos de células em uma amostra de sangue de uma pessoa.

Isso é feito para garantir que sua medula óssea esteja funcionando bem.

Química do sangue

Este teste avalia se o fígado e os rins estão funcionando bem.

Testes de hepatite

Embora não seja atualmente o tratamento padrão. Esses testes são usados ​​ocasionalmente para verificar a existência de evidências de exposição anterior à hepatite B e/ou hepatite C. 

Sendo assim, se você tiver evidências de uma infecção de hepatite B ativa. Pode ser necessário tomar um medicamento especial para suprimir o vírus antes de receber quimioterapia.

Sem esse medicamento, a quimioterapia pode fazer com que o vírus cresça e danifique o fígado. 

Sintomas e sinais de câncer de mama

Sintomas e sinais de câncer de mama

A suspeita de câncer de mama, em geral, surge pela primeira vez quando um nódulo é detectado na mama.

Aliás, é durante o exame das mamas ou uma área suspeita é identificada durante a mamografia de rastreamento.

Para diagnosticar a causa da área suspeita ou caroço na mama, o médico fará uma biópsia. Outros sinais e sintomas de câncer de mama incluem:

  • Alterações na pele da mama,
  • Coceira;
  • Vermelhidão
  • Inchaço;
  • Fluido que vem do mamilo (amarelo, a cor do sangue);
  • Dor na mama.

Conclusão

Em resumo, no artigo de hoje te mostrei como é diagnosticado o câncer de mama.

Antes de tudo te mostrei os vários tipos de exames que podem ser realizados.

Além disso, você viu também quais são os sintomas e sinais que você precisar ficar atenta. 

Enfim… Gostou do artigo? Deixa um comentário e compartilhe nas redes sociais!

14 principais perguntas sobre escleroterapia
14 principais perguntas sobre escleroterapia

A escleroterapia é uma forma de tratamento em que o médico injeta um medicamento nos vasos sanguíneos ou linfáticos, fazendo Read more

O que é escleroterapia: tudo o que você precisa saber sobre o tratamento
O que é escleroterapia tudo o que você precisa saber sobre o tratamento

Se você quer saber o que é escleroterapia, é provável que você esteja buscando esse tratamento para melhorar a sua Read more

10 maneiras de melhorar a saúde mental no trabalho
10 maneiras de melhorar a saúde mental no trabalho

A melhor forma de melhorar a saúde mental no trabalho é falando sobre o assunto. Não tem como fugir desse Read more

Como contar calorias para perder peso e manter a saúde
Como contar calorias para perder peso e manter a saúde

Para saber como contar calorias você precisa entender que há uma maneira correta de fazer isso para perder peso e Read more

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *