Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) o que é e quais são os sintomas

Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC): o que é e quais são os sintomas

Você sabe o que é transtorno obsessivo-compulsivo (TOC)? Muitas vezes usamos  a expressão “TOC” para rotular uma pessoa ou justificar uma mania que temos. 

Por exemplo, você tem algum sistema de organização por cores? Muitas pessoas gostam de organizar o guarda-roupa ou os livros dessa forma. 

Mas isso seria considerado TOC? Você vai ver nesse que o transtorno obsessivo-compulsivo é muito mais do que isso. 

Por isso, vou te mostrar neste artigo:

  • O que é transtorno obsessivo-compulsivo;
  • Quais os sinais e sintomas;
  • O que causa o TOC;
  • Como o TOC é tratado;
  • Quando procurar ajuda.

Vamos lá?

O que é transtorno obsessivo-compulsivo?

O que é transtorno obsessivo-compulsivo?

Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) é uma doença mental que causa obsessões ou compulsões.

Ou seja, o TOC não é sobre hábitos como roer as unhas ou ter pensamentos negativos.

Um pensamento obsessivo pode ser que certos números ou cores são “bons” ou “ruins”. 

Um hábito compulsivo pode ser lavar as mãos sete vezes depois de tocar em algo que pode estar sujo.

Embora você possa não querer pensar ou fazer essas coisas, você se sente impotente para parar.

O fato é que todo mundo tem hábitos ou pensamentos que às vezes se repetem.

No entanto, as pessoas com TOC têm pensamentos ou ações que:

  • Tome pelo menos uma hora por dia;
  • Estão além do seu controle;
  • Não são agradáveis;
  • Interferem no trabalho, na vida social ou em outra parte da vida.

Quais os sinais e sintomas?

Pessoas com TOC podem ter sintomas de obsessões, compulsões ou ambos. 

Obsessões

Obsessões são pensamentos, desejos ou imagens mentais repetidos que causam ansiedade. Os sintomas comuns incluem:

  • Medo de germes ou contaminação;
  • Pensamentos proibidos indesejados ou tabu envolvendo sexo, religião ou dano;
  • Pensamentos agressivos em relação aos outros ou a si mesmo;
  • Ter as coisas simétricas ou em perfeita ordem.

Compulsões

Já as compulsões são comportamentos repetitivos que uma pessoa com TOC sente vontade de fazer em resposta a um pensamento obsessivo. As compulsões comuns incluem:

  • Limpeza excessiva e/ou lavagem das mãos;
  • Ordenando e organizando as coisas de uma maneira particular e precisa;
  • Verificar as coisas repetidamente, como verificar repetidamente se a porta está trancada ou se o forno está desligado;
  • Contagem compulsiva.

Lembre-se que nem todos os rituais ou hábitos são compulsões. Todo mundo checa as coisas às vezes. Mas uma pessoa com TOC geralmente:

  • Não consegue controlar seus pensamentos ou comportamentos, mesmo quando esses pensamentos ou comportamentos são reconhecidos como excessivos;
  • Passa pelo menos 1 hora por dia nesses pensamentos ou comportamentos;
  • Não sente prazer ao realizar os comportamentos ou rituais, mas pode sentir um breve alívio da ansiedade que os pensamentos causam;
  • Experimenta problemas significativos em sua vida diária devido a esses pensamentos ou comportamentos;

Além disso, alguns indivíduos com TOC também têm tique nervoso. Os tiques motores são movimentos repentinos, breves e repetitivos. 

Como, por exemplo, piscar os olhos e outros movimentos oculares, caretas faciais, encolher de ombros e sacudir a cabeça ou ombros. Os tiques vocais comuns incluem sons repetitivos de pigarro, fungadela ou grunhidos.

Os sintomas podem ir e vir, diminuir com o tempo ou piorar. No entanto, alguns adultos e a maioria das crianças pode não perceber que seu comportamento é fora do comum. 

Se você acha que tem TOC, converse com seu médico sobre seus sintomas. Se não for tratado, o TOC pode interferir em todos os aspectos da vida.

O que causa o TOC?

O que causa o TOC

Os especialistas não entendem inteiramente porque algumas pessoas desenvolvem TOC.

Eles têm algumas teorias sobre as possíveis causas, incluindo:

História de família

É provável que você tenha TOC se um membro da família também tiver a doença.

Os especialistas acreditam ser possível que certos genes possam desempenhar um papel no desenvolvimento, mas eles ainda não descobriram nenhum gene específico que cause o TOC.

Além disso, nem todas as pessoas com TOC também têm um membro da família com a doença.

Causas biológicas

A química do cérebro também pode desempenhar um papel. Algumas pesquisas sugerem que a função prejudicada em certas partes do cérebro ou problemas com a transmissão de certas substâncias químicas do cérebro, como a serotonina e a norepinefrina, podem contribuir para o TOC.

Fatores Ambientais

Também é possível que trauma, abuso ou outros eventos estressantes possam desempenhar um papel no desenvolvimento de TOC e outras condições de saúde mental.

Além disso, outro fator ambiental relacionado ao TOC é PANDAS, que significa transtornos neuropsiquiátricos autoimunes pediátricos associados a infecções estreptocócicas.

Esse diagnóstico ocorre em crianças que contraem uma infecção por estreptococos e, de repente, desenvolvem sintomas de TOC ou apresentam sintomas de TOC agravados após uma infecção por estreptococos.

Fatores de risco

Fatores que podem aumentar o risco de desenvolver ou desencadear transtorno obsessivo-compulsivo incluem:

Eventos de vida estressantes 

Se você passou por eventos traumáticos ou estressantes, seu risco pode aumentar.

Além disso, essa reação pode, por algum motivo, desencadear os pensamentos intrusivos, rituais e sofrimento emocional característicos do TOC.

Outros transtornos de saúde mental

O TOC pode estar relacionado a outros transtornos de saúde mental, como transtornos de ansiedade, depressão, abuso de substâncias ou transtornos de tiques.

Como o TOC é tratado?

Os especialistas em saúde mental geralmente consideram a terapia e a medicação, ou uma combinação das duas, os mais benéficos no tratamento do TOC.

A prevenção de exposição e resposta, um tipo de terapia cognitivo-comportamental (TCC), é geralmente a abordagem recomendada.

Este tipo de tratamento o expõe gradualmente a temas de suas obsessões ou coisas que causam compulsões.

No espaço seguro da terapia, você pode aprender a lidar com o desconforto que sente sem agir de acordo com as compulsões.

Você provavelmente também passará algum tempo praticando essas habilidades em casa ou em outros ambientes fora da terapia.

Se você tiver sintomas graves de TOC, ou se seus sintomas não parecem responder apenas à terapia, seu provedor de saúde mental pode recomendar que converse com um psiquiatra sobre a medicação.

Você pode tomar medicamentos por um curto período de tempo, enquanto aprende como lidar com os sintomas na terapia.

Os medicamentos que podem ter benefícios para os sintomas de TOC incluem antidepressivos ou antipsicóticos.

Além disso, há também a estimulação cerebral profunda, um novo tipo de tratamento.

No entanto, este tratamento ainda não foi totalmente pesquisado. Isso significa que pode representar alguns riscos à saúde. 

Quando procurar ajuda para sintomas de TOC?

Quando procurar ajuda para sintomas de TOC

É hora de buscar ajuda para o TOC se:

  • As obsessões ou compulsões ocupam mais de uma hora do seu dia;
  • Os pensamentos intrusivos ou seus esforços para suprimi-los causam angústia;
  • Os sintomas de TOC:
    • incomodam, frustram ou causam outro sofrimento;
    • atrapalham as coisas que você precisa ou quer fazer;
    • afetam negativamente sua vida e seus relacionamentos.

O problema é que as pessoas com TOC geralmente relutam em procurar ajuda porque se sentem envergonhadas ou constrangidas.

Por isso, é importante lembrar que o TOC é uma condição de saúde como qualquer outra.

Então não há nada para se sentir envergonhado. Ter TOC não significa que você está “louco” e não é sua culpa que você o tenha.

Diante disso, existem duas maneiras principais de obter ajuda:

  • Encaminhar-se diretamente para um serviço de terapias psicológicas;
  • Consulte um médico: eles perguntarão sobre seus sintomas e podem encaminhá-lo para um serviço de terapia psicológica local, se necessário.

Além disso, se você acredita que um amigo ou membro da família pode ter TOC, tente conversar com ele sobre suas preocupações e sugira que busquem ajuda.

É improvável que o TOC melhore sem tratamento e suporte adequados.

Conclusão

Em resumo, no artigo de hoje te mostrei o que é transtorno obsessivo-compulsivo.

Antes de tudo, você viu quais os sinais e sintomas e o que causa o TOC.

Além disso, te mostrei também como o TOC é tratado e quando procurar ajuda.

Se você conhece alguém que precisa ler esse artigo compartilhe com ele. A informação é o primeiro passo para ajudar alguém!

Como realmente perder peso, de acordo com nutricionistas
Como realmente perder peso, de acordo com nutricionistas

Se você realmente quer perder peso, você precisa se consultar com um nutricionista. Os melhores profissionais fazem parte dos planos Read more

18 comportamentos para perda de peso saudável
18 comportamentos para perda de peso saudável

Ainda falando sobre perda de peso saudável, no artigo de hoje vou te mostrar 18 comportamentos para você emagrecer com Read more

Como emagrecer com saúde: veja agora se isso é possível
Como emagrecer com saúde veja agora se isso é possível

Uma das maiores preocupações do ser humano hoje é como emagrecer com saúde. Isso porque é natural encontrar uma dieta Read more

14 principais perguntas sobre escleroterapia
14 principais perguntas sobre escleroterapia

A escleroterapia é uma forma de tratamento em que o médico injeta um medicamento nos vasos sanguíneos ou linfáticos, fazendo Read more

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *