ANS divulga nova lista de exigências para planos de saúde

ANS divulga nova lista de exigências para planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou esse mês um lista com as novas exigências para planos de saúde.

A Resolução Normativa (RN) nº 465/2021, com as novas coberturas obrigatórias dos planos de saúde, começar a valer desde o dia 1º de abril de 2021.

A RN atualiza o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde, que define a lista de consultas, exames e tratamentos que os planos de saúde são obrigados a oferecer, conforme segmentação assistencial – ambulatorial, hospitalar com ou sem obstetrícia, referência ou odontológico.

Foram dois anos de espera para essa lista com novas coberturas obrigatórias, a demora foi por conta da pandemia do Covid-19 e um processo de atualização bem complexo e longo.

Com a atualização, 69 coberturas foram acrescentadas ao Rol de Procedimentos.

Fazem parte da lista 19 medicamentos orais que cobrem 28 indicações para tratamento de diversos tipos de câncer; 17 imunobiológicos com 21 indicações para tratamento de doenças inflamatórias, crônicas e autoimunes, como psoríase, asma e esclerose múltipla; 1 medicamento para tratamento de doença que leva a deformidades ósseas; e 19 procedimentos entre exames, terapias e cirurgias para diagnóstico e tratamento de enfermidades do coração, intestino, coluna, pulmão, mama, entre outras.

Ou seja, foram incluídos medicamentos para tratamento de câncer, novos procedimentos para terapias, imunobiológicos, cirurgias, exames e consultas.

O novo Rol de Procedimentos é fruto de diversas inovações em termos de processo de trabalho e de conteúdo.

A qualidade das discussões técnicas realizadas, a ampliação da participação da sociedade, a transparência dada a todo o processo de revisão e o conjunto robusto de elementos analisados para definição dos procedimentos incorporados qualificou a tomada de decisão por parte da Diretoria Colegiada da ANS e permitiu ganhos importantes para a sociedade.

O que fazer se a operadora não se adequar as novas exigências para planos de saúde?

Se a operadora não se adequar as novas exigências para planos de saúde é possível solicitar o reembolso.

Ou seja, se o consumidor custear com recursos próprios algum procedimento que está na nova lista a operado deve reembolsá-lo.

Além disso, o consumidor deve exigir a resposta da operadora por escritor para que depois não seja alegado que o procedimento estava à disposição.

Sendo assim, a recomendação é que o consumidor guarde todos os comprovantes de despesa como, por exemplo, exames, prescrição médica, e-mail com a operadora, etc.

Nova lista de procedimentos da ANS

Veja agora a nova lista da ANS:

Medicamentos para tratamento de câncer (antineoplásicos orais)

PRÓSTATA:  Apalutamida, Enzalutamida

RINS: Cazantinibe

PULMÃO: Alectinibe, Esilato de Nintedanibe, Osimertinibe

FÍGADO: Regorafenibe, Lenvatinibe

MELANOMA: Cobimetinibe, Lenvatinibe

SÍNDROME MIELODISPLÁSICA: Lenalidomida

LÍNFOMA DE CÉLULAS DO MANTO: Ibrutinibe

LEUCEMIA MIELOIDE AGUDA: Venetoclax, Midostaurina

LEUCEMIA LINFOCÍTICA CRÔNICA: Ibrutinibe (2 indicações), Venetoclax

MIELOMA: Citrato de Ixazomibe, Lenalidomida (3 indicações)

MAMA: Abemaciclibe (IND1 e IND2), Ribociclibe (2 indicações), Palbobiciclibe (2 indicações)

Medicamentos Imunobiológicos

ESCLEROSE MÚLTIPLA: Alentuzumabe, Natalizumabe, Ocrolizumabe, Betainterferona 1ª, Acetato de Glatirâmer

ASMA: Benralizumabe, Mepolizumabe, Omalizumabe

PSURIASE: Adalimumabe, Etanercepte, Guselcumabe, Infliximabe, Ixequizumabe, Secuquinumabe, Ustequinumabe

RECOTOLITE ULCERATIVA: Golimumabe, Infliximabe, Vedolizumabe

HIDRADENITE SUPURATIVA: Adalimumabe,

URTICÁRIA CRÔNICA: Omazumabe

UVEÍTE: Adalimumabe

Procedimentos

Além disso, a lista traz novos procedimentos, Veja só:

Exames

Sangramento Intestinal: Enteroscopia do Intestino Delgado com Cápsula Endóscopica

Tuberculose: Ensaio para dosagem da liberação de Inerferon Gama

Inflamação Intestinal: Calpratectina, dosagem fecal

Risco de Pré-eclâmpsia: Razão do Teste sFit-1/PIGF

Câncer de Pulmão: PD-L1-Detecção por técnicas imunohistoquimicas

Leucemia Mieloide Aguda: FLT3 – Pesquisa de Mutações                                         

Terapias

Coração: Ablação Percutânea por Corrente de Crioablação para o tratamento da fibrilação atrial paroxística

Câncer de Mama: Radioterapia Intraoperatória por Elétrons  (IOERT)

Úlcera de Pé Diabético: Terapia por Pressão negativa

Rins: Hemodiafiltração online (HDF-OL)

Cirurgias

Coração: Implante Transcateter de Prótese Valvar Aórtica (TAVI)

Hérnia de Disco Lombar: Cirurgia Endoscópica da Coluna Vertebral

Coluna Cervical: Artroplastia Discal de Coluna Vertebral

Mandíbula: Osteotomia da Manbíbula e/ou Maxilar com aplicação de osteodistrator 

Consulta

Consulta com enfermeiro obstetra ou obstetriz          

Alterações de Diretrizes

(inclusão de cobertura)

Tomografia de Coerência Óptica: Amplia cobertura de procedimento para pacientes com glaucoma

Implante de Monitor de Eventos (Looper Implantável): Amplia cobertura para pacientes pós-acidente vacular cerebral ou ataque isquêmico

Análise Molecular da DNA: Inclusão do exame de “Sequenciamento Completo do Exoma” para investigação de deficiência intelectual de causa indeterminada e inclusão de outras especialidades para a solicitação do procedimento Análise Molecular de DNA

Transplante Alogênico de Medula Óssea: Alinhamento com as indicações do Ministério da Saúde para o transplante de células tronco hematopoiéticas.

Consulta pública 

A ampliação da participação social no processo de atualização do Rol foi um dos destaques desse ciclo de revisão das coberturas obrigatórias.

A sociedade civil pôde participar em dois momentos: na fase inicial, mediante submissão de propostas de atualização através e formulário eletrônico; e posteriormente, na etapa de Consulta Pública, em que os interessados puderam contribuir para as propostas que foram submetidas à avaliação.

No período em que a consulta pública esteve aberta (de 08/10/2020 a 21/11/2020), a ANS recebeu 30.658 contribuições, um aumento de 500% em relação à última consulta pública para revisão da lista de coberturas, realizada em 2017, que teve 5.259 contribuições.

Dados de beneficiários poderão ser consultados em conta única do Governo Federal
Dados de beneficiários poderão ser consultados em conta única do Governo Federal

A partir do dia 02 de fevereiro de 2021, os beneficiários de planos de saúde poderão consultar seus dados cadastrais, Read more

ANS suspende a comercialização de 12 planos de saúde
ANS suspende a comercialização de 12 planos de saúde

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) divulgou este mês a lista de planos de saúde que terão a venda Read more

Cobrança retroativa de reajuste de plano de saúde deverá ser parcelada
Cobrança retroativa de reajuste de plano de saúde deverá ser parcelada

Nesta terça-feira, 27, a assessora da Diretoria de Normas e Habilitação das Operadoras (Diope) da Agência Nacional de Saúde Suplementar, Tatiana Read more

Como os planos de saúde empresariais foram impactados pela Covid-19
Como os planos de saúde empresariais foram impactados pela Covid-19

Entenda como os planos de saúde empresariais foram impactados pela Covid-19. Neste artigo, vou te mostrar e como isso pode Read more

O que é check up e quais exames são solicitados

O que é check up e quais exames são solicitados

Saber o que é check up é essencial para você ter uma vida mais saudável. Isso porque através desse procedimento que você consegue fazer um acompanhamento correto da sua saúde. 

Você já ouviu o caso de alguém que descobriu o câncer no início? E de outra pessoa que descobriu o câncer em estágio avançado?

O que você viu de diferente nas duas situações?

Provavelmente no primeiro caso o tratamento ou a cirurgia conseguiu retardar o crescimento do câncer.

Enquanto na segunda situação a pessoa precisou passar por procedimento mais doloroso ou não conseguiu controlar o avanço da doença. 

Sendo assim, o acompanhamento médico é a melhor forma de se prevenir e conseguir um tratamento adequado.

Afinal de contas, um dos maiores problemas atuais é que as pessoas esquecem da importância de realizar um check up.

Evitando assim doenças que poderiam ter sidos descobertos antes mesmo de se agravarem. 

Os homens, principalmente, deixam para buscar um atendimento médico quando a situação já está muito grave.

Por isso, vou te mostrar:

  • Quando é recomendando realizar um check up;
  • Qual a importância de realizar esse procedimento;
  • Quais os exames podem ser solicitados.

Mas antes de explicar cada detalhe de por que você precisa dar mais atenção para esse procedimento, vou te explicar…

O que é check up?

Check up é uma avaliação médica de rotina associada a exames específicos de acordo com idade, sexo e históricos pessoal e familiar.  A princípio deve ser realizado, pelo menos, uma vez ao ano.

O principal objetivo é prevenir doenças por meio da informação e da realização de ações de prevenção.

Portanto, deve incluir vacinas, estabelecer uma dieta equilibrada, orientar para parar de fumar e conscientizar sobre a necessidade de realizar determinados exames.

Ou seja, o check up é essencial para diagnosticar doenças já instaladas, mas que ainda não foram manifestadas. Como, por exemplo, colesterol alto, diabetes, hipertensão, entre outras. 

A partir de que idade é recomendado fazer o check up anual?

O check up anual é recomendado, em especial, para pessoas com mais de 35 anos. 

Por outro lado, independentemente da idade, pessoas no grupo de risco precisam procurar um médico para fazer o check.

Sendo assim, considerem-se pessoas de riscos aquelas que têm, pelo menos, um desses fatores:

  • Sedentarismo;
  • Sobrepeso;
  • Fumante;
  • Má alimentação;
  • Ser portador ou ter histórico de doenças crônicas na família;
  • Apresentar sintomas frequentes, como dores no corpo, fadiga, palpitação, ganho ou perda de peso repentina…

Qual a importância de realizar um check up?

Há diversos benefícios de realizar um check up, mas resumi todos eles em 3 vantagens essenciais. Veja só:

O check up previne e diagnostica antecipadamente as doenças

Realizar check up regularmente ajuda o médico a detectar, logo no início, quaisquer problemas de saúde. 

Isso porque esse procedimento inclui diversos exames preventivos e físicos para verificar como está a saúde do paciente e os riscos que ele corre.

Sendo assim, após a realização dos exames, o médico vai oferecer as informações necessárias para um tratamento correto e conseguir evitar o agravamento do problema de saúde. Ou até mesmo rever um quadro desfavorável. 

Além disso, também ajuda a prevenir outras doenças. Por exemplo, se você tem algum histórico de doença na família. O médico vai te orientar sobre o que você precisa fazer para não desenvolver o mesmo quadro dos seus familiares. 

O check up ajuda a criar laços de confiança entre médico e paciente

Estabelecer uma confiança entre médico e paciente é importante para você sentir mais confortável diante de mudanças físicas ou emocionais que possam indicar uma doença ou declínio de sua saúde.

Assim, ajuda a criar um tratamento mais eficaz e a longo prazo.

O check up contribui para a manutenção de registros médicos contínuos

Além disso, o check up é essencial para manter o registro de todas as consultas e exames realizados ao longo do tempo. 

Afinal, essas informações são essenciais para acompanhar seu progresso médico e ajudar nos procedimentos que forem necessários para algum tratamento. 

Quais os exames mais solicitados?

Agora que você já sabe o que é um check up, a partir de que idade é recomendado realizar esse procedimento e qual a importância. Conheça agora os principais exames que podem ser solicitados:

  • Hemograma;
  • Colonoscopia;
  • Ultrassonografia total do abdômen;
  • Radiografia do tórax;
  • Teste ergométrico;
  • Mamografia;
  • Verificação do nível de colesterol;
  • Índice de massa corporal (IMC) e testes de obesidade;
  • Verificação de diabetes;
  • Testes de pressão arterial;
  • Papanicolau;
  • Exame de próstata (para homens com mais de 40 anos).
  • Glicemia em jejum;
  • Ureia e creatinina;
  • Ácido úrico;
  • Colesterol total e frações;
  • Triglicerídeos;
  • TGO/AST e TGP/ALT;
  • TSH e T4 livre;
  • Fosfatase alcalina;
  • Gama-glutamiltransferase (GGT);
  • PCR;
  • Aferição de pressão;
  • Glicemia;
  • Hepatograma;
  • Eletrocardiograma;
  • Raio-X do Tórax;
  • Exames de tireoide;
  • Teste ergométrico;
  • Mamografia;
  • Colposcopia;
  • Entre outros. 

Conclusão

Em resumo, no artigo de hoje te mostrei o que é check up e quando é recomendando realizar um check up.

Antes de tudo, te mostrei também qual a importância de realizar esse procedimento e quais os exames podem ser solicitados.

Além disso, para conseguir realizar check up periodicamente sem se preocupar com o alto preço ou esperar meses por uma consulta no hospital público entre em contato com uma seguradora de sua confiança

Assim ela pode te ajudar a escolher a melhor operadora de acordo com as suas necessidades.

Tem alguma dúvida sobre esse assunto? Deixe um comentário! Faremos o possível para te responder!

Sequelas de infarto: como viver bem após um infarto?
Sequelas de infarto como viver bem após um infarto

Você acha que é possível sobreviver com sequelas de infarto? Segundo a Sociedade Brasileira de Cardiologia, o infarto já fez Read more

Sinusite: Como fazer o tratamento corretamente?
Sinusite como fazer o tratamento corretamente

O tratamento da sinusite pode ser um ponto crucial dependendo do quadro clínico que você se encontra.  Em alguns casos, Read more

Plano de saúde após demissão: o que você precisa saber para continuar com ele
Plano-de-saude-apos-demissao-o-que-voce-precisa-saber-para-continuar-com-ele

Você perdeu o emprego, mas quer continuar usando o plano de saúde após demissão?  No meio dessa pandemia e também Read more

Hérnia de disco tem cura? Causas, sintomas e possíveis tratamentos
dor nas costas; dor na lombar; hernia de disco;

Hérnia de disco tem cura? Talvez essa seja a dúvida de muitas pessoas que convivem com esse problema ou que Read more