Janeiro Branco Como você cuida da sua saúde mental

Janeiro Branco: Como você cuida da sua saúde mental?

Em tempos de pandemia, Janeiro Branco chega à 8.ª edição mobilizando a sociedade em prol de um grande pacto pela Saúde Mental ao longo do mês de janeiro de 2021.

Origem da Campanha Janeiro Branco

O Janeiro Branco é dedicado a colocar os temas da “Saúde Mental” em evidência na sociedade. Chamando a atenção dos indivíduos e das instituições sociais para os universos mentais, emocionais, sentimentais, comportamentais e subjetivos dos seres humanos.

Idealizada pelo psicólogo mineiro Leonardo Abrahão, a Campanha ganhou vida em Janeiro de 2014 quando psicólogos(as) de Uberlândia(MG) foram às ruas, às instituições e às mídias da cidade para falarem às pessoas sobre:

  • Saúde Mental
  • Saúde Emocional
  • Sentido de vida
  • Qualidade de vida
  • Harmonia nas relações humanas

Janeiro Branco 2021

A Campanha Janeiro Branco 2021 tem a sua importância redobrada e chega à sua 8.ª edição com uma missão fundamental em tempos de pandemia: inspirar indivíduos e instituições sociais a participarem de um grande pacto universal em defesa da Saúde Mental da humanidade.

Segundo Leonardo Abrahão, psicólogo idealizador da Campanha Janeiro Branco, “a humanidade precisa de um pacto pela Saúde Mental em que todas as pessoas se comprometam com a ideia de que ‘todo cuidado conta!’ quando o objetivo é a criação de condições para vidas mais saudáveis e melhores para todo mundo”.

Pandemia do COVID-19 agravou vários problemas relacionados à Saúde Mental

Estudos e pesquisas sobre os efeitos colaterais da pandemia do COVID-19 começaram a surgir e a mostrar os grandes desafios que a humanidade tem pela frente: além de vencer o novo Coronavírus, os indivíduos e as instituições sociais também deverão reunir esforços e desenvolver estratégias públicas e privadas para proteger, fortalecer e promover a Saúde Mental das pessoas.

Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a pandemia interrompeu serviços essenciais de Saúde Mental em 93% dos países do mundo e, ao mesmo tempo, intensificou a procura por esses mesmos serviços.

No Brasil — país que já é um dos recordistas mundiais em relação à depressão, à ansiedade e a números absolutos de suicídios —, a primeira fase de uma pesquisa realizada no final de 2020 pelo Ministério da Saúde
detectou ansiedade em 86,5% dos indivíduos pesquisados,
transtorno de estresse pós-traumático em 45,5% e depressão
grave em 16% dos participantes do estudo.

Outro estudo, realizado pela Organização Pan-Americana da Saúde (Opas) com 12.000 pessoas de 33 países da América Latina e Caribe (30,8% eram brasileiros), revelou que 35% dos entrevistados relataram aumento na frequência do comportamento de beber de forma excessiva e em um curto período de tempo — situação que pode desencadear sérios problemas em relação à Saúde Mental dos envolvidos.

Além disso, também não faltam estudos sobre a ampliação das violências domésticas, do abuso infantil e do adoecimento emocional por parte de jovens e de idosos submetidos ao isolamento social.

Como afirma Abrahão, “2020 foi um ano de provas, de desafios e de revelações em relação à Saúde Mental de todas as pessoas do mundo”.

Janeiro Branco e o Plano de Saúde

No Brasil, em 2019, os beneficiários de planos de saúde realizaram cerca de 29 milhões de procedimentos relacionados ao cuidado em saúde mental – um crescimento de aproximadamente 167% em relação ao número realizado em 2011. Confira abaixo os dados extraídos do Mapa Assistencial da Saúde Suplementar

arquivo mapa assistencial

Esses dados demonstram a relevância de se ampliar o debate e as estratégias para enfrentamento desse panorama, sendo também um desafio para a saúde suplementar.

Fonte: Janeiro Branco e ANS
10 maneiras de melhorar a saúde mental no trabalho
10 maneiras de melhorar a saúde mental no trabalho

A melhor forma de melhorar a saúde mental no trabalho é falando sobre o assunto. Não tem como fugir desse Read more

Saúde mental no trabalho: por que é importante falar sobre isso?
Saúde mental no trabalho por que é importante falar sobre isso

Saúde mental no trabalho já era um tema que precisava ganhar ampla discussão. Agora, devido ao momento que estamos vivendo, Read more

Qual a importância da ginástica laboral? 7 benefícios e um exemplo eficaz
Qual a importância da ginástica laboral 7 benefícios e um exemplo eficaz

Você sabe qual é a importância da ginástica laboral? Algumas pessoas acreditam que é um exercício desnecessário e outras não Read more

Como aumentar autoestima em 7 passos simples
Como aumentar autoestima em 7 passos simples

Saber como aumentar autoestima é essencial para você ter uma saúde mental saudável.  No entanto, nem sempre é uma tarefa Read more

Exposição noturna à luz azul atrapalha o sono?

Exposição noturna à luz azul atrapalha o sono?

Você sabia que a exposição noturna à luz azul atrapalha o sono? Apesar de ser ecologicamente correta, a luz azul pode afetar seu sono e potencialmente causar doenças. 

Isso porque à noite, a luz desequilibra o ritmo circadiano e, consequentemente, o sono. 

Antes de explicar exatamente como isso funciona, vou te mostrar o que é a luz azul?

O que é luz azul?

O que é luz azul

A luz azul, geralmente, é encontrada nas telas dos eletrônicos: televisão, computador, celular, tablet, etc.

Os comprimentos de onda azuis são benéficos durante o dia porque aumentam a atenção, o tempo de reação e o humor.

No entanto, podem ser mais perturbadores à noite. 

A luz azul atrapalha o sono?

Seu corpo possui um relógio interno que regula seu ritmo circadiano. O ciclo biológico de 24 horas que influencia muitas funções internas.

Mais importante ainda, determina quando seu corpo está preparado para estar acordado ou dormindo.

Todo mundo tem ritmos circadianos ligeiramente diferentes, mas a duração média é de 24 horas e um quarto.

A luz do dia mantém o relógio interno da pessoa alinhado com o ambiente.

Por isso, o uso de iluminação artificial e eletrônica à noite pode contribuir para problemas de sono.

Pois esses dispositivos emitem luz com um comprimento de onda azul, o que pode levar seu cérebro a pensar que é dia. 

O sono é um dos pilares da saúde ideal. No entanto, as pessoas estão dormindo muito menos do que no passado. A qualidade do sono também diminuiu.

O problema é que a falta de sono está ligada a doenças cardíacas, diabetes tipo 2, depressão e obesidade.

A exposição noturna à luz é ruim?

Receber luz azul, especialmente do sol, durante o dia ajuda você a ficar alerta enquanto melhora o desempenho e o humor.

Dispositivos de terapia de luz azul podem ajudar a tratar a depressão, e lâmpadas azuis demonstraram reduzir a fadiga e melhorar o humor, o desempenho e o sono dos trabalhadores de escritório.

No entanto, lâmpadas e dispositivos eletrônicos modernos, especialmente monitores de computador, também produzem grandes quantidades de luz azul e podem atrapalhar seu relógio interno se você ficar exposto a eles durante a noite.

Quando escurece, a glândula pineal secreta o hormônio melatonina, que diz ao corpo para se cansar e dormir.

A luz azul, seja do sol ou de um laptop, é muito eficaz na inibição da produção de melatonina, reduzindo assim a quantidade e a qualidade do seu sono.

Pesquisadores de Harvard e seus colegas conduziram um experimento comparando os efeitos de 6,5 horas de exposição à luz azul com a exposição à luz verde de brilho comparável.

A luz azul suprimiu a melatonina por cerca de duas vezes mais que a luz verde e alterou os ritmos circadianos em duas vezes mais (3 horas vs. 1,5 horas).

Proteja-se da luz azul à noite

Proteja-se da luz azul à noite

Para se proteger da luz azul à noite é importante:

  • Usar luzes vermelhas fracas para luzes noturnas. É menos provável que a luz vermelha altere o ritmo circadiano e suprima a melatonina;
  • Evitar olhar para telas brilhantes duas a três horas antes de dormir;
  • Se você trabalha no turno da noite ou usa muitos dispositivos eletrônicos à noite, considere usar óculos de bloqueio azul ou instalar um aplicativo que filtre o comprimento de onda azul/verde à noite;
  • Exponha-se a muita luz forte durante o dia, o que aumentará sua capacidade de dormir à noite, bem como seu humor e estado de alerta durante o dia.

Óculos coloridos podem ajudar

Os óculos de cor âmbar oferecem a maneira mais fácil e eficaz de evitar a exposição à luz azul à noite.

Esses óculos bloqueiam efetivamente toda a luz azul. Assim, seu cérebro não recebe o sinal de que deveria ficar acordado.

Os óculos com bloqueio de luz azul demonstraram estimular grandes melhorias no sono e no desempenho mental.

Em um estudo de 2 semanas, 20 indivíduos usaram óculos bloqueadores de luz azul ou óculos que não bloqueavam a luz azul por 3 horas antes de dormir.

O primeiro grupo experimentou grandes melhorias na qualidade do sono e no humor.

Também se descobriu que esses óculos melhoram muito o sono dos trabalhadores em turnos, quando usados ​​antes de dormir.

Além disso, em um estudo em adultos mais velhos com catarata, as lentes de bloqueio de luz azul melhoraram o sono e reduziram significativamente a disfunção diurna.

Outros métodos de bloqueio

Se você não quiser usar óculos todas as noites, existem algumas outras maneiras de reduzir a exposição à luz azul.

Uma maneira popular é instalar um programa chamado f.lux em seu computador.

Este programa ajusta automaticamente a cor e o brilho da tela com base no seu fuso horário.

Ou seja, quando está escuro do lado de fora, ele bloqueia efetivamente toda a luz azul e dá ao seu monitor um leve tom laranja. Aplicativos semelhantes estão disponíveis para o seu smartphone.

Algumas outras dicas incluem:

  • Desligar todas as luzes em sua casa entre 1 e 2 horas antes de dormir;
  • Obter uma lâmpada de leitura vermelha ou laranja, que não emite luz azul (a luz de velas também funciona bem);
  • Manter seu quarto completamente escuro ou usar uma máscara de dormir;
  • Se expor a bastante luz azul do sol.

Conclusão 

Em resumo, no artigo de hoje te mostrei se a exposição noturna à luz azul prejudica ou não o sue sono.

Antes de tudo, você viu o que é luz azul, se ela é ruim e como se proteger dela à noite. 

Além disso, te dei uma dica valiosa sobre um programa gratuito que você pode utilizar no seu computador para diminuir a sua exposição noturna à luz azul.

Gostou do artigo? Sabe de alguém que precisa saber um pouco sobre esse assunto?

Deixe um comentário e compartilhe esse conteúdo com as pessoas com que você se importa.

18 comportamentos para perda de peso saudável
18 comportamentos para perda de peso saudável

Ainda falando sobre perda de peso saudável, no artigo de hoje vou te mostrar 18 comportamentos para você emagrecer com Read more

Como emagrecer com saúde: veja agora se isso é possível
Como emagrecer com saúde veja agora se isso é possível

Uma das maiores preocupações do ser humano hoje é como emagrecer com saúde. Isso porque é natural encontrar uma dieta Read more

14 principais perguntas sobre escleroterapia
14 principais perguntas sobre escleroterapia

A escleroterapia é uma forma de tratamento em que o médico injeta um medicamento nos vasos sanguíneos ou linfáticos, fazendo Read more

O que é escleroterapia: tudo o que você precisa saber sobre o tratamento
O que é escleroterapia tudo o que você precisa saber sobre o tratamento

Se você quer saber o que é escleroterapia, é provável que você esteja buscando esse tratamento para melhorar a sua Read more