O-que-e-uma-doula-nao-se-decida-antes-de-ler-isso-

O que é uma doula: não se decida antes de ler isso

Saber o que é uma doula é essencial para quem está buscando esse tipo de opção durante a gravidez o parto. 

Não tome nenhuma decisão sobre esse assunto, antes de ler o artigo por completo.

Aqui você vai encontrar as principais informações sobre esse assunto. 

Pois vou te mostrar:

  • O que é uma doula;
  • O que uma doula faz e o que não faz;
  • Quanto custa o atendimento;
  • Quais são os benefícios;
  • Como a doula irá trabalhar;
  • Como encontrar a doula certa;
  • Esse trabalho é reconhecido.

Vamos lá?

O que é uma doula?

Doula é uma pessoa que fornece apoio emocional e físico a mulher durante a gravidez e o parto

É importante ressaltar que as doulas não são profissionais médicos.

Ela é uma profissional certificada que fez um programa de treinamento e passou em um exame sobre como ajudar mulheres grávidas e suas famílias.

O que uma Doula faz?

O que uma Doula faz?

A maioria dos relacionamentos doula-cliente começa alguns meses antes do nascimento do bebê.

Durante esse período, elas desenvolvem um relacionamento. Sendo assim, a mãe se sente livre para fazer perguntas, expressar seus medos e preocupações e assumir um papel ativo no plano de parto. 

Aliás, doulas podem fornecer informações sobre massagem perineal e outras técnicas que podem ajudar a reduzir o estresse e os traumas experimentados durante o parto.

Assim sendo, durante o parto, as doulas estão em constante proximidade com a mãe. 

Elas podem proporcionar conforto com técnicas de alívio da dor, incluindo técnicas de respiração, técnicas de relaxamento, massagem e posições de trabalho. 

Em resumo, o objetivo de uma doula é ajudar a mãe a ter um parto positivo e seguro, seja um parto normal ou uma cesariana.

Além disso, após o nascimento, muitas doulas de parto passam um tempo ajudando as mães a iniciar o processo de amamentação.

Isto é incentivando o vínculo entre o novo bebê e outros membros da família.

O que não faz?

Uma doula não:

  • Realiza qualquer procedimento médico ou clínico como aferir pressão, toques vaginais, monitoração de batimentos cardíacos fetais, administração de medicamentos;
  • Não discute procedimentos com a equipe ou questiona decisões.
  • Nunca substitui os profissionais convencionais envolvidos na assistência ao parto;
  • Não substitui o acompanhante escolhido pela parturiente. Isto é, apenas orienta o pai ou acompanhante a ter uma participação mais ativa no processo, sugerindo formas de prestar apoio e dar conforto à mulher.

Quanto custa o atendimento?

Não há um preço tabelado. Isto é o custo de contratação varia conforme a cidade e a região do Brasil, mas em média pode custar de R$ 1 mil a R$ 2.500 mil. 

Em geral, mãe e doula fecham um pacote que pode incluir encontros pré-parto e pós-parto. Além do acompanhamento na hora do nascimento do bebê e orientação à gestante online para tirar dúvidas simples. 

Além disso, é importante entender também que o custo da contratação é sempre pago de modo particular, sem a opção de reembolso de convênio médico.

Ou seja, o plano de saúde não cobre o atendimento realizado pela doula.

Quais são os benefícios de ter uma doula?

Quais são os benefícios de ter uma doula?

Uma recente revisão da Cochrane mostrou um número muito alto de resultados positivos ao nascer quando uma doula estava presente.

Sendo assim, com seu apoio, as mulheres eram menos propensas a administrar medicamentos para alívio da dor e menos propensas a ter um parto cesáreo. 

Além disso, outros estudos mostraram que ter uma doula como membro da equipe de parto:

  • Diminui a taxa de cesariana geral em 50%;
  • A duração do trabalho de parto em 25%;
  • O uso de ocitocina em 40%; e
  • As solicitações de peridural em 60%. 

Como a doula irá trabalhar com você?

Antes do parto, uma doula de nascimento, em regra:

  • Encontre-se com você durante o segundo ou terceiro trimestre para se familiarizar;
  • Ensina habilidades de relaxamento e respiração;
  • Responde às suas perguntas sobre o processo de nascimento;
  • Ajuda a entender os procedimentos do parto e possíveis complicações;
  • Ajuda a desenvolver um plano de parto.

Durante o trabalho de parto, a doula:

  • Fica com você para oferecer conforto e apoio;
  • Usa massagem e toque para ajudá-lo a relaxar e descansar;
  • Ajuda a entrar em posições confortáveis;
  • Auxilia a obter nutrição e líquidos adequados;
  • Ajuda a comunicar suas preferências a equipe médica;
  • Envolve e tranquilize o futuro pai.

Após o parto, uma doula pode:

  • Fornecer apoio e incentivo a você e ao pai depois de levar o bebê para casa;
  • Ensinar vocês dois como cuidar do bebê;
  • Auxiliar na educação sobre amamentação;
  • Ensinar o pai e outros irmãos em como eles podem ajudar;
  • Certificar de descansar bastante, comer regularmente, manter-se hidratada e confortável.

Encontrando a doula certa

Encontrando a doula certa

Você pode contratar uma doula em qualquer fase da gestação, mas o recomendado é que você começar sua busca no início do terceiro semestre. Isto é para ter bastante tempo para encontrar a doula certa para você.

A chave para escolher uma doula é encontrar uma pessoa com quem você se sinta confortável.

A maioria não cobra uma consulta inicial. Portanto, reserve um tempo para entrevistar o número necessário até encontrar uma boa correspondência.

Além disso, é importante também, ao procurar sua doula, que você faça as seguintes perguntas:

  • Que treinamento você já teve?
  • Quais os serviços que você oferece?
  • Quais são as suas taxas?
  • Você está disponível para minha data de vencimento?
  • O que fez você decidir se tornar uma doula?
  • Qual é a sua filosofia em relação ao parto?
  • Você estaria disponível para me encontrar antes do nascimento para discutir meu plano de parto?
  • O que acontece se, por algum motivo, você não estiver disponível no momento do parto?
  • Qual é a sua filosofia para apoiar mães e pais durante o parto?
  • Quais coisas você fará durante o parto?
  • Você tem um relacionamento de trabalho positivo com o hospital onde você planeja dar à luz?
  • Você estará disponível no dia previsto para o parto?
  • Qual é seu preço?

Aliás, você consegue encontrar uma doula em sites especializados no assunto. Como, por exemplo, Doulas do Brasil, pesquisando em listas de discussão de gestantes na internet e blogs que algumas profissionais mantêm.

O trabalho da doula é reconhecido?

A atuação da doula durante o parto é reconhecida e estimulada pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Em muitos países, como Canadá e Estados Unidos, o acompanhamento das doulas é incentivado pelos médicos. 

No Brasil, as doulas foram incluídas na Classificação Brasileira de Ocupação e conquistam seus certificados em cursos de até 200 horas.

Assim sendo, elas ensinam, além da teoria sobre o parto e as práticas para a profissão, todos os cuidados a respeito da proteção individual e das gestantes em um ambiente hospitalar. 

Conclusão

Em resumo, no artigo de hoje te mostrei o que é uma doula, o que ela faz e o que ela não faz.

Antes de tudo, você viu também quanto custa o atendimento, quais são os benefícios e como a doula irá trabalhar.

Além disso, te mostrei também como você pode encontrar a doula certa e se o trabalho da doula é reconhecido no Brasil?

Gostou do artigo? Deixe um comentário! Assim vou fazer que posso trazer mais assuntos como este para o blog.

14 principais perguntas sobre escleroterapia
14 principais perguntas sobre escleroterapia

A escleroterapia é uma forma de tratamento em que o médico injeta um medicamento nos vasos sanguíneos ou linfáticos, fazendo Read more

O que é escleroterapia: tudo o que você precisa saber sobre o tratamento
O que é escleroterapia tudo o que você precisa saber sobre o tratamento

Se você quer saber o que é escleroterapia, é provável que você esteja buscando esse tratamento para melhorar a sua Read more

10 maneiras de melhorar a saúde mental no trabalho
10 maneiras de melhorar a saúde mental no trabalho

A melhor forma de melhorar a saúde mental no trabalho é falando sobre o assunto. Não tem como fugir desse Read more

Como é diagnosticado o câncer de mama
Como é diagnosticado o câncer de mama

No artigo de hoje vou te mostrar quais são os principais procedimentos e exames solicitados para diagnosticar o câncer de Read more

Dieta para engordar com saúde 7 dicas para ganhar peso

Dieta para engordar com saúde: 7 dicas para ganhar peso

Se você faz parte da pequena parcela da população que deseja uma dieta para engordar com saúde, você está no artigo certo. 

Separei para você informações valiosas para você ganhar peso, músculos e melhorar a sua saúde. 

Em geral, pode parecer que comer um monte hambúrguer ou um monte de macarrão é o suficiente. No entanto, não é isso que vai te ajudar a engordar com saúde. 

Vou te mostrar agora o que você precisa fazer para engordar com saúde. Sendo assim, você vai ver:

  • O que significa baixo peso;
  • Quais são as consequências para a saúde;
  • O que faz alguém ficar abaixo do peso;
  • E 7 dicas para ganhar peso com saúde.

Vamos lá?

O que significa baixo peso?

Para saber se você precisa engordar, você precisa saber se de fato está abaixo do peso.

Sendo assim, você tem que descobrir qual é o seu Índice de Massa Corporal (IMC).

Há calculadoras online gratuitas para você calcular seu IMC aos montes, veja só:

Mas como saber se estou precisando engordar?

Por exemplo, uma mulher de 25 anos, com 1,63 m de altura, 60 kg e que tem uma vida sedentária o IMC dela fica entre 18,5 a 24,9 (normal).

Para ser considerado abaixo do peso o IMC seria menor que 18,5 e ela pesaria menos 49,2 kg. Veja só:

Fonte: Tua Saúde

Dessa forma, para você saber se está abaixo do peso, depende da sua idade e se você pratica atividade física ou não. 

Quais são as consequências para a saúde de estar abaixo do peso?

Estar abaixo do peso pode prejudicar a função imunológica, aumentar o risco de infecções, levar a osteoporose (e fraturas) e causar problemas de fertilidade.

Sem contar que as pessoas com baixo peso têm muito mais chances de ter sarcopenia (perda de massa muscular relacionada à idade).

Além disso, de acordo com um estudo, estar abaixo do peso está associado a um risco 140% maior de morte precoce em homens e 100% em mulheres. Isto é o baixo peso pode ser pior para homens.

O que faz alguém ficar abaixo do peso?

Lembre-se que estar abaixo do peso não é você olhar no espelho e achar que está magro, mas sim ter um IMC baixo. 

Além disso, algumas pessoas têm um organismo mais rápido e com isso tem predisposição para não engordar.

Sendo assim, essas pessoas também podem fazer uma dieta para engordar com saúde. 

Aliás, há os casos de pessoas que ficam abaixo do peso por condições médicas também como, por exemplo: 

  • Distúrbios alimentares: isso inclui anorexia nervosa, um grave distúrbio mental;
  • Problemas da tireoide: ter uma tireoide hiperativa (hipertireoidismo) pode aumentar o metabolismo e causar perda de peso prejudicial;
  • Doença celíaca: a forma mais grave de intolerância ao glúten;
  • Diabetes: ter diabetes não controlada (principalmente tipo 1) pode levar a uma perda de peso severa;
  • Câncer: os tumores cancerígenos costumam queimar grandes quantidades de calorias e podem fazer com que alguém perca muito peso.
  • Infecções: algumas infecções podem fazer com que alguém fique gravemente abaixo do peso. Isso inclui parasitas, tuberculose e HIV/AIDS.

Dessa forma, no caso dessas pessoas, o mais indicado é procurar um médico ou nutricionista.

Pois esses profissionais são indicados para passar uma dieta correta de acordo com as condições médicas em cada situação.

7 dicas para ganhar peso com saúde

Agora que você sabe o que significa baixo peso, quais são as consequências e o que faz alguém ficar abaixo do peso, vou te mostrar 7 dicas para ganhar peso com saúde. 

Aliás, essas dicas vão te ajudar a montar a sua dieta para engordar com saúde. 

Vamos lá?

1) Não beba água antes das refeições 

Beber água antes das refeições pode encher o estômago e dificultar a ingestão de calorias suficientes.

2) Coma mais calorias do que seu corpo queima

Quem quer é emagrecer tende a comer menos calorias, mas quem quer engordar deve pensar em criar um excesso de calorias. Ou seja, comer mais calorias do que o  corpo precisa.

Sendo assim, você pode determinar suas necessidades calóricas usando uma calculadora de calorias:

Essas calculadoras te mostram quanto de calorias você tem que comer por dia.

Por exemplo, um homem de 31 anos, que tem 1,90 m de altura, pesa 66 kg e que realiza atividade diária modera (em pé na maior parte do tempo) para ganhar peso ele precisa ingerir de 2.630 até 2.830 kcal por dia. Veja só:

Fonte: Yazio

Além disso, se você quiser saber a caloria de cada alimento você pode baixar aplicativos como o Dieta Saúde ou acessar o site Saúde em Movimento

3) Beba leite 

Beber leite integral é uma maneira simples de obter mais proteínas e calorias de alta qualidade.

Por isso, quando as pessoas estão querendo emagrecer uma das primeiras coisas que corta é o leite integral. 

4) Tome creatina

Creatina é um composto químico presente nas fibras musculares e no cérebro.

Ele pode te ajudar a ganhar alguns quilos de peso muscular. No entanto, consulte um nutricionista para saber se se esse composto é indicado para você.

5) Coma sua proteína primeiro e os legumes por último

Depois que montar o seu prato, coma primeiro os alimentos ricos em calorias e ricos em proteínas e, por último, coma os legumes e a salada.

Pois o nutriente mais importante para ganhar peso saudável é a proteína. Afinal de contas o músculo é feito de proteínas e, sem ele, a maioria dessas calorias pode acabar como gordura corporal.

Alimentos ricos em proteínas incluem carnes, peixes, ovos, muitos produtos lácteos, legumes, nozes e outros.

6) Coma pelo menos 3 vezes por dia

O maior erro de quem quer ganhar peso é comer muito em uma refeição, mas fazer poucas refeições durante o dia. 

Dessa forma, se tornar muito mais difícil ingerir calorias suficientes para ganhar peso.

Sendo assim, tente fazer pelo menos 3 refeições por dia e coma muitos alimentos ricos em carboidratos e gorduras.

7) Levante pesos ​​e melhore sua força

Além disso, se você quer engordar com saúde precisa também levantar pesos e melhorar a sua força.

Uma vez que com a atividade física você pode garantir que o excesso de calorias vá para os músculos, em vez de apenas para as células adiposas (células que armazenam gorduras e regulam a temperatura corporal).

Sendo assim, levante pesos de 2 a 4 vezes por semana e tente aumentar os pesos e o volume ao longo do tempo. Isso irá ajudá-lo a ganhar massa muscular em vez de apenas gordura.

Conclusão

No artigo de hoje te mostrei como você pode montar uma dieta para engordar com saúde. 

Você viu também o que significa baixo peso e quais são as consequências para a saúde.

Além disso, te mostrei o que faz alguém ficar abaixo do peso e dei 7 dicas para ganhar peso com saúde.

Agora quero saber de você: o que você tem feito para ganhar peso com saúde? Me conta nos comentários!

14 principais perguntas sobre escleroterapia
14 principais perguntas sobre escleroterapia

A escleroterapia é uma forma de tratamento em que o médico injeta um medicamento nos vasos sanguíneos ou linfáticos, fazendo Read more

O que são doenças genéticas?
O que são doenças genéticas?

Você sabe o que são doenças genéticas? Provavelmente você conheça uma ou duas. Ou conhece alguém que tem.  Mas se Read more

Como aumentar autoestima em 7 passos simples
Como aumentar autoestima em 7 passos simples

Saber como aumentar autoestima é essencial para você ter uma saúde mental saudável.  No entanto, nem sempre é uma tarefa Read more

Saiba AGORA o que você precisa para gerenciar o estresse
Saiba AGORA o que você precisa para gerenciar o estresse

Gerenciar o estresse pode ser mais estressante se você não souber o que realmente precisa fazer.  Por isso, no artigo Read more

Prevenção saúde feminina como melhorar a sua saúde

Prevenção saúde feminina: como melhorar a sua

A prevenção saúde feminina vai além dos exames realizados periodicamente.

Ou seja, o caminho para melhorar a sua saúde deve começar dentro de casa com atividades físicas e uma boa alimentação

Mas antes de falar sobre isso, quero te explicar…

O que é prevenção saúde feminina?

Prevenção saúde feminina é o mesmo que cuidado preventivo da mulher. Ou seja, são exames de rotina, imunização, cuidar da mente e tudo que envolve uma atividade para evitar (ou retardar) o surgimento de algumas doenças. 

Isso é importante porque a detecção precoce de um problema pode resultar em um tratamento mais fácil e eficaz, além de significar menos custos a longo prazo. 

Sei que a mulher já tem o costume de visitar o médico pelo menos uma vez ao ano.

No entanto, você sabe quais os outros procedimentos que devem ser tratados para a prevenção saúde feminina?

Vou te mostrar agora!

Exames Gerais de Saúde

Pelo menos uma vez ao ano, a mulher deve marcar uma consulta com o ginecologista. 

Isso é importante para debater com o médico os seus hábitos de vida e verificar se precisa realizar alguns exames de prevenção.

Como, por exemplo, para saber como está o útero, as mamas e os hormônios.

Saúde da mama

Recomenda-se a mamografia para todas as mulheres, seguindo a orientação do seu médico. 

Segundo a Academia Americana de Médicos de Família (AAFP) para mulheres de 50 a 74 anos recomenda-se o exame de mamografia a cada dois anos.

Além disso, esse exame é importante para detectar precocemente os sintomas de câncer de mama e identificar melhor as lesões mamárias em mulheres após a menopausa.

Além disso, fique atenta: o autoexame não é mais indicado.

Uma vez que, com o autoexame, em geral, a mulher só encontra tumores com mais de 2 cm.

Ou seja, quando o câncer já pode estar em um nível avançado.

Saúde Sexual e Reprodutiva

O exame de Papanicolau é essencial para as mulheres a partir de 21 anos, pois ele faz um rastreamento do câncer do colo do útero. 

O tipo de teste e a frequência dependem da idade e de outros fatores de risco.

Sendo assim, o ideal é fazer uma primeira consulta com o médico para saber mais informações sobre a saúde do seu útero. 

Mas de maneira geral, segundo a Academia Americana de Médicos de Família (AAFP):

  • Não é recomendado o exame de Papanicolau para mulheres com menos de 21 anos;
  • Mulheres entre 21 e 29 anos devem fazer um exame de Papanicolau a cada 3 anos;
  • Mulheres de 30 a 65 anos devem realizar um exame de Papanicolau a cada 5 anos com teste de HPV (ou a cada 3 anos se estiver rastreando apenas com um exame de Papanicolau ou a cada 5 anos se estiver rastreando apenas com HPV); 
  • Aos 65 anos, as mulheres que tiveram uma triagem adequada e não apresentam alto risco de câncer do colo do útero não precisam de exames de Papanicolau.

Além disso, dependendo da sua idade e risco de infecção, o médico também deve realizar testes de DST. 

Em regra, se você tem 25 anos ou menos e é sexualmente ativo, você deve fazer o exame de DST regularmente.

Já as mulheres mais velhas devem ser testadas quando têm parceiros sexuais novos ou múltiplos.

Imunizações

A mulher também precisa ficar atenta as vacinas para adultos que precisa tomar. 

O AAFP recomenda vacinas para adultos que cumpram os requisitos de idade, que não tem documentação de vacinas anteriores ou que não têm evidências de infecção passada, incluindo:

  • Uma vacina contra a gripe a cada ano; 
  • Um reforço de tétano a cada 10 anos; 
  • Vacina contra o papilomavírus humano (2 ou 3 doses, dependendo da idade na vacinação inicial);
  • Entre outras.

Saúde emocional

A saúde emocional também é importante e deve ser levada em consideração na hora de pensar na prevenção saúde feminina. 

Se você tiver sentimentos de desesperança, alterações no sono (dormindo muito ou pouco), alterações no apetite ou não está interessado em coisas que costumavam lhe interessar, converse com seu médico e seja honesto.

Além disso, não tenha medo de procurar ajuda psicológica e conversar sobre tudo o que te aflige. Inclusive abuso doméstico, seja físico ou psicológico. 

Quando consultar um médico?

Você deve consultar seu médico, pelo menos, uma vez ao ano. Em geral, ele vai indicar para você fazer alguns exames e vai te perguntar sobre o seu estilo de vida. 

Você também pode conversar com seu médico sobre testes adicionais de DST ou qualquer outro que você acredita que precisa fazer por causa de incômodo. 

Além da visita anual, procure um médico sempre que sentir desconforto no seu corpo ou na sua mente. Ou seja, não espere os sintomas agravados para buscar ajuda!

Perguntas para o seu médico sobre prevenção saúde feminina

Você também pode fazer as seguintes perguntas para o seu médico:

  • Você recomenda que eu faça um exame de Papanicolau quantas vezes ao ano?
  • Todas as minhas imunizações estão atualizadas?
  • Alguma de minhas prescrições precisa ser renovada antes do próximo exame anual?
  • Existe algo que eu possa fazer para prevenir o câncer do colo do útero?
  • Preciso fazer alterações no estilo de vida para ajudar a prevenir as DSTs?
  • Com que frequência devo fazer um exame de mama?

Adote um estilo de vida mais saudável

Além disso, uma das melhores formas de prevenir doenças é levar um estilo de vida saudável.

Por isso, separei para você 5 dicas que podem te ajudar a eliminar (ou pelo menos reduzir) os fatores de risco.

1) Não fume

Se você fuma ou usa outros produtos do tabaco, peça ao seu médico para ajudá-la a parar.

Pois já é comprovado o quanto fumar faz mal para os pulmões, dentes e para as pessoas ao seu redor.

Além disso, evite também a exposição ao fumo passivo. Ele também é prejudicial a nossa saúde.

2) Coma uma dieta saudável

Diminua a quantidade de biscoitos recheados e aumente os vegetais, frutas, grãos integrais, alimentos ricos em fibras e fontes de proteína magras, como peixes. 

Além disso, diminua alimentos ricos em gorduras saturadas (e trans) e alimentos com adição de açúcar e sódio.

Com essas alterações você também vai conseguir controlar o seu peso e manter o seu organismo com mais energia.

3) Faça exercício físico

Não gosta de academia? Ande pelo parque, faça atividade física na sua sala, ande bicicleta, faça uma aula de dança…

O importante é você não ficar parada!

Aliás, o exercício pode ajudá-lo a controlar seu peso e diminuir o risco de doenças cardíacas e derrames.

4) Diminua as bebidas alcoólicas

Beber com moderação não há grandes problemas, a preocupação é quando a bebida torna-se um hábito ou fuga para os problemas. 

Além de ser prejudicial a seu organismo (pode aumentar a pressão arterial e aumentar o risco de ataque cardíaco), também pode agravar a depressão e outros problemas psicológicos.

5) Gerencie o estresse

Se você se sentir constantemente no limite ou sob ataque isso pode afetar o seu sistema imunológico. 

Sendo assim, procure fazer meditação, ioga, escutar uma boa música, ler um livro… Ou qualquer outra atividade que te ajude a gerenciar o estresse.

Conclusão

Em resumo, no artigo de hoje, te mostrei tudo o que você precisa saber sobre prevenção saúde feminina. 

Antes de tudo, você viu o que é o cuidado preventivo e depois te mostrei quando consultar um médico.

Além disso, você viu também 5 dicas para você adotar um estilo de vida mais saudável. 

Agora quero saber de você: o que você faz para prevenir as doenças?

Me conta nos comentários e vamos bater um papo sobre o assunto!

14 principais perguntas sobre escleroterapia
14 principais perguntas sobre escleroterapia

A escleroterapia é uma forma de tratamento em que o médico injeta um medicamento nos vasos sanguíneos ou linfáticos, fazendo Read more

O que são doenças genéticas?
O que são doenças genéticas?

Você sabe o que são doenças genéticas? Provavelmente você conheça uma ou duas. Ou conhece alguém que tem.  Mas se Read more

Como aumentar autoestima em 7 passos simples
Como aumentar autoestima em 7 passos simples

Saber como aumentar autoestima é essencial para você ter uma saúde mental saudável.  No entanto, nem sempre é uma tarefa Read more

Saiba AGORA o que você precisa para gerenciar o estresse
Saiba AGORA o que você precisa para gerenciar o estresse

Gerenciar o estresse pode ser mais estressante se você não souber o que realmente precisa fazer.  Por isso, no artigo Read more

Como emagrecer com saúde e rápido

Como emagrecer com saúde e rápido?

Se tem um desafio que a maioria das pessoas tenta superar é como emagrecer com saúde e rápido.

A gente vê muitas promessas milagrosas de emagrecimento, mas a maioria delas não faz bem para a saúde. 

E, por outro lado, alguns métodos levam muito tempo para dar resultado. 

O fato é que emagrecer com saúde e rápido parece ser uma utopia que nunca vai ser alcançada. Mas o que vou te mostrar nesse artigo vai te provar que isso é possível sim. Veja só!

1) Coma menos carboidratos e mais proteínas magras

Muitas pesquisas mostram que uma dieta baixa em carboidratos é uma forma muito eficaz de perder peso com saúde.

Além disso, a redução de carboidratos também pode reduzir o peso da água e o inchaço.

Sendo assim, a ideia é você diminuir o carboidrato nas refeições e aumentar as proteínas magras. Isso porque a proteína pode ajudar a reduzir ainda mais o apetite e acelerar o metabolismo.

Você pode, por exemplo, comer peixe, ovos, legumes, frutas, nozes e sementes ao invés de comer açúcar, trigo, óleos de sementes e gorduras trans.

2) Coma alimentos integrais e evite a maioria dos alimentos processados

Como você quer emagrecer se ainda fica comendo biscoito recheado no café da manhã?

O ideal seria você eliminar todos os alimentos processados da sua vida, mas se isso for um sacrifício muito grande, comece gradualmente. 

Ou seja, diminua a quantidade de alimentos processados e aumente os alimentos integrais.

Isso porque os alimentos integrais tendem a ser muito recheados e facilitam o consumo de menos calorias sem ficar com muita fome.

3) Levante pesos e experimente o treinamento com intervalos de alta intensidade

Não tem como você emagrecer com saúde sem praticar atividade física. Isso porque o exercício é uma das melhores maneiras de queimar gordura, além de ajudar a adicionar ou manter a massa e força muscular. 

Por isso, a dica é você fazer um levantamento de peso diário ou um treinamento de resistência. 

O levantamento de pesos protege seu metabolismo e os níveis hormonais, que geralmente diminuem durante a dieta.

Já os exercícios de treinamento de resistência, que utiliza o corpo inteiro, ajuda a reduzir as reservas de carboidratos e o peso da água.

Além disso, uma pesquisa sugere que 5 a 10 minutos de HIIT pode ter benefícios semelhantes ou maiores para a saúde e perda de peso, do que cinco vezes a quantidade de exercício regular.

Sendo assim, a sugestão é que você executar o HIIT  de três a quatro vezes por semana após um treino ou como parte do treinamento normal. 

Lembre-se: é muito importante fazer isso com 100% de esforço ou intensidade e a maioria dos sprints não deve durar mais de 30 segundos.

Por exemplo, você pode fazer um treino correndo, em uma máquina de cardio, como uma bicicleta, remador ou esteira da seguinte maneira:

  1. Corrida de 10 x 20 segundos com descanso de 40 segundos
  2. Correr de 15 x 15 segundos com descanso de 30 segundos
  3. Corrida de 7 x 30 segundos com descanso de 60 segundos
  4. Corrida de 20 x 10 segundos com 20 segundos de descanso

4) Seja ativo fora da academia

Seja ativo fora da academia

Você sabia que, ao contrário do trabalho de mesa, um trabalho manual pode representar até 1.000 calorias por dia?

Isso é mesmo que 90 a 120 minutos de exercício de alta intensidade. Ou seja, a ideia é você se movimentar mesmo quando não está fazendo atividade física

Sendo assim, você pode, por exemplo, caminhar ou andar de bicicleta para o trabalho, subir escadas, limpar a casa…

5) Coma conscientemente

Em geral, com a correria do dia a dia a gente acaba não prestando atenção em como nos alimentamos.

No entanto, a prática da alimentação consciente permite desfrutar da comida que ingere e mantém um peso saudável.

Por isso, para você começar a comer conscientemente sugiro:

  • Sentar-se para comer na mesa (ao invés do sofá);
  • Evitar assistir televisão, o laptop ou o telefone;
  • Comer devagar; e
  • Reserve um tempo para mastigar e saborear a comida.

6) Tenha uma boa noite de sono

Estudam mostram que dormir menos de 5 a 6 horas por noite está associado ao aumento da incidência de obesidade. 

Isso acontece porque o sono insuficiente ou de baixa qualidade diminui o processo no qual o corpo converte calorias em energia.

Ou seja, quando o metabolismo é menos eficaz, o corpo pode armazenar energia não utilizada como gordura. 

Além disso, o sono ruim pode aumentar a produção de insulina e cortisol, o que também estimula o armazenamento de gordura.

Outras dicas para emagrecer com saúde e rápido

Dicas para emagrecer com saúde e rápido

Além de tudo que te falei nos tópicos anteriores, separei também outras dicas que vão te ajudar a emagrecer com saúde e rápido. Veja só:

Conte calorias

Contar calorias é pesar e registrar os alimentos que você come. Use uma ferramenta de contagem de calorias para acompanhar a quantidade de calorias e nutrientes que você está ingerindo. Há vários aplicativos que já possuem essa função para você.

Coma apenas nas refeições

Reduza todos os lanches e não coma nada depois do jantar.

Corte seus condimentos

Elimine condimentos e molhos densos em calorias.

Encha seu prato com legumes

Encha seu prato com legumes e limite os carboidratos ricos em amido e as gorduras adicionadas durante a semana.

Escolha proteínas magras

Escolha as proteínas com baixo teor de gordura, como frango e peixe.

Não beba suas calorias

Em vez disso, opte por água, bebidas sem calorias, chá ou café. Shakes de proteína são bons se você os contar como refeição.

Beba café

O café é uma fonte saudável de cafeína. Estudos sugerem que a cafeína pode ajudar a queimar mais gordura e perder o excesso de água.

Coma um café da manhã rico em proteínas

Tomar um café da manhã rico em proteínas pode reduzir os desejos e a ingestão de calorias ao longo do dia.

Beba água antes das refeições

Um estudo mostrou que beber água meia hora antes das refeições aumenta a perda de peso em 44% ao longo de 3 meses.

Conclusão

No artigo de hoje te mostrei como emagrecer com saúde e rápido. Você viu a importância de comer alimentos com menos carboidratos e com mais proteínas. 

Te mostrei também como comer alimentos integrais, levar pesos, comer conscientemente e ter uma boa noite de sono diariamente.

Além disso, te falei sobre a importância de contar calorias, beber café e beber água depois das refeições. 

Agora quero saber de você: o que você faz para emagrecer com saúde? Deixe nos comentários!

14 principais perguntas sobre escleroterapia
14 principais perguntas sobre escleroterapia

A escleroterapia é uma forma de tratamento em que o médico injeta um medicamento nos vasos sanguíneos ou linfáticos, fazendo Read more

O que são doenças genéticas?
O que são doenças genéticas?

Você sabe o que são doenças genéticas? Provavelmente você conheça uma ou duas. Ou conhece alguém que tem.  Mas se Read more

Como aumentar autoestima em 7 passos simples
Como aumentar autoestima em 7 passos simples

Saber como aumentar autoestima é essencial para você ter uma saúde mental saudável.  No entanto, nem sempre é uma tarefa Read more

Saiba AGORA o que você precisa para gerenciar o estresse
Saiba AGORA o que você precisa para gerenciar o estresse

Gerenciar o estresse pode ser mais estressante se você não souber o que realmente precisa fazer.  Por isso, no artigo Read more

importância da atividade física

A importância da atividade física para saúde

A importância da atividade física para saúde pode ser um grande clichê. Mas a verdade é que praticar atividades físicas traz uma grande vantagem para a vida. 

Por isso, deve ser debatido hoje em dia. Ainda mais por causa da era que estamos vivendo.

Afinal de contas, somos muito tecnológicos. E, na maioria das vezes, esquecemos de cuidar do nosso corpo. 

Sendo assim, vou te explicar melhor sobre esse assunto. 

Não realizar atividade física é um problema moderno

Apesar das academias viverem cheias, a realidade é que as pessoas estão menos ativas hoje em dia. 

Uma grande culpa disso é da tecnologia que facilitou as nossas vidas. Pensa comigo!

A gente dirige um carro ou pega um transporte público até o trabalho. Depois entra no elevador, senta em frente ao computador e levanta de lá apenas quando é extremamente necessário. 

Sem contar o uso excessivo da televisão, videogames, utensílios domésticos, eletrônicos, entre tantos outros. 

Não estou aqui pregando que a tecnologia é ruim. Longe de mim! Eu amo a tecnologia! Afinal é por causa dela que escrevo para vocês. 

Por outro lado, não podemos negar que a tecnologia tem facilitado tanto a nossa vida que a gente quase não está se movimentando mais.

Falo isso de mim também. Um dos meus maiores desafios é manter a regularidade nas atividades físicas. 

Todavia eu sempre volto a rotina de exercícios físicos quando minhas costas começam a doer muito. Pois como trabalho sentada isso acontece frequentemente. 

Já fiz vários tipos de atividades físicas. Mas atualmente estou correndo enquanto minha irmã anda de bicicleta ao meu lado.

O problema é quando saio um pouco da rotina. Aí preciso encontrar forças para voltar a praticar a atividade física. 

Sendo assim, acredito que não sou a única a passar por isso. No entanto, o importante é nunca desistir de deixar o corpo sempre ativo. 

O assassino silencioso

Parece o nome de um filme de terror. Mas “assassino silencioso” é apenas o nome para o comportamento sedentário.

Estudos comprovam que ficar sentado ou deitado por longo período faz mal para a saúde. 

Isso porque aumenta o risco de desenvolver muitas doenças crônicas. Como, por exemplo, doenças cardíacas, derrame e diabetes tipo 2. Além disso, há também o ganho de peso e obesidade. 

Ou seja, você não precisa apenas começar a praticar atividade física. Mas também precisa reduzir a quantidade de tempo que passa sentado.

Um outro estudo mostrou informações surpreendentes sobre a obesidade na América. Veja só:

  • Se as coisas continuarem como estão hoje, 1/3 de todas as crianças nascidas a partir 2000 pode sofrer de diabetes em algum momento de suas vidas;
  • Outras pessoas, provavelmente, enfrentarão problemas crônicos de saúde. Como doenças cardíacas, pressão alta, câncer, diabetes e asma;
  • Jovens acima do peso podem nunca atingir um peso saudável;
  •  Até 70% dos adolescentes obesos podem se tornar adultos obesos.

Ou seja, é preciso incentivar uma geração mais saudável. Que entenda a importância da atividade física para a sua vida. Sendo assim, é necessário tomar uma atitude hoje. 

O impacto da atividade física em sua saúde

Até aqui acredito que você já saiba qual é o impacto da atividade física em sua saúde.

De qualquer forma, separei para você quais os principais benefícios da prática de exercício físico regularmente. Veja só:

  • Prevenir doenças crônicas, como doenças cardíacas, câncer e derrame;
  • Controlar o peso;
  • Ter músculos mais fortes;
  • Reduzir gordura;
  • Promover forte desenvolvimento ósseo, muscular e articular;
  • Melhorar a condição do coração e pulmões;
  • Construir força e resistência;
  • Melhorar o sono;
  • Diminuir o potencial de ficar deprimido;
  • Aumentar a energia e autoestima;
  • Aliviar estresse;
  • Aumentar as chances de viver mais;
  • Entre outros benefícios. 

Faça atividade física pelo menos 30 minutos por dia 

O tempo mínimo de 30 minutos por dia é recomendado por profissionais de saúde para você não ficar tão sedentário. 

Você pode fazer uma caminhada, ir à academia, fazer natação, correr, dançar…  O importante é praticar uma atividade física por pelos menos 30 minutos por dia. 

Dessa forma, se você fizer isso todos os dias, no final da semana terá se exercitado por 4 horas.

É claro que você não deve ficar apenas nos 30 minutos. O ideal é você ir aumentando esse tempo gradativamente. 

Depois dessa fase inicial você pode:

  • Fazer 150 minutos por semana de atividade aeróbica moderada;
  • 75 minutos por semana de atividade aeróbica vigorosa;
  • Uma combinação de atividade moderada e vigorosa.

Caso não possua muito tempo disponível durante o seu dia. Você pode espalhar os exercícios físicos ao longo do dia. Mesmo em pequenas quantidades a atividade física é útil para o seu organismo.

Por exemplo, ao invés de subir de elevador todos os dias você pode optar pela escada.

Ou escolha fazer trajetos mais longos da parada até a sua casa. Deixe um carro na garagem quando precisar ir até à padaria.

Dessa forma, essas pequenas movimentações já fazem muito bem para o seu corpo. 

É claro que você não vai emagrecer ou ganhar massa muscular com essas atividades do cotidiano.

Mas pensa assim: quanto mais você se movimentar mais benefícios traz para a sua saúde.

Consulte seu médico primeiro

É essencial fazer uma consulta com um profissional da saúde antes de iniciar uma atividade física. Assim você evita lesões e não corre o risco de passar por situações traumáticas. 

As consultas médicas são essenciais se você tem mais de 45 anos ou se a prática de atividade física causa dor no peito.

Além disso, se muitas vezes você desmaia ou apresenta tonturas graves, ou se atividade física moderada deixa você sem fôlego. E é claro se você estiver em maior risco de doença cardíaca ou está grávida.

Sendo assim, essa triagem é uma  “rede de segurança” para ajudar a decidir se os benefícios potenciais do exercício superam os riscos para você. 

Conclusão

No artigo de hoje te mostrei a importância da atividade física.

Todavia não realizar exercícios físicos é um grande problema da sociedade moderna. Por isso, devemos nos esforçar todo um dia um pouco para não ficar no sedentarismo. 

Além disso, te mostrei os benefícios da atividade física para a sua vida. Te expliquei qual a melhor forma de iniciar os exercícios físicos na sua rotina. 

Agora quero saber de você: qual atividade física você está fazendo ou pretende fazer? Deixe um comentário!

O que são doenças genéticas?
O que são doenças genéticas?

Você sabe o que são doenças genéticas? Provavelmente você conheça uma ou duas. Ou conhece alguém que tem.  Mas se Read more

Como aumentar autoestima em 7 passos simples
Como aumentar autoestima em 7 passos simples

Saber como aumentar autoestima é essencial para você ter uma saúde mental saudável.  No entanto, nem sempre é uma tarefa Read more

Saiba AGORA o que você precisa para gerenciar o estresse
Saiba AGORA o que você precisa para gerenciar o estresse

Gerenciar o estresse pode ser mais estressante se você não souber o que realmente precisa fazer.  Por isso, no artigo Read more

10 dicas para reduzir o consumo de álcool
10 dicas para reduzir o consumo de álcool

Você pensa em reduzir o consumo de álcool? Provavelmente, você tenha experimentado alguns efeitos negativos para a saúde por causa Read more