O que é hipermetropia na visão e os principais sintomas

O que é hipermetropia na visão e os principais sintomas

Se você quer saber o que é hipermetropia na visão continua lendo esse artigo, pois além de te mostrar a definição você também vai ver:

  • Quais são os sintomas, as causas e as complicações;
  • Quando ver um médico;
  • Qual o tratamento.

Enfim… Vamos lá? 

O que é hipermetropia?

O que é hipermetropia

Hipermetropia é uma condição de visão comum em que você pode ver objetos distantes claramente, mas os objetos próximos podem estar borrados.

Em geral, a hipermetropia está presente no nascimento e tende a passar de geração para geração. 

No entanto, a boa notícia é que você pode facilmente corrigir essa condição com óculos ou lentes de contato. Outra opção de tratamento é a cirurgia.

Quais os sintomas da hipermetropia?

Os principais sintomas da hipermetropia são:

  • Objetos próximos podem parecer desfocados;
  • Você precisa apertar os olhos para ver claramente;
  • Tem fadiga ocular, incluindo ardência nos olhos e dor nos olhos ou ao redor deles;
  • Você sente desconforto geral nos olhos ou dor de cabeça depois de realizar tarefas de perto, como, ler, escrever, trabalhar no computador ou desenhar, por um tempo.

Quais as causas da hipermetropia?

Quais as causas da hipermetropia

O nosso olho tem duas partes que focam as imagens:

  • A córnea: superfície frontal transparente em forma de cúpula do olho;
  • A lente: uma estrutura clara sobre o tamanho e a forma de um doce M&M.

Sendo assim, em um olho de formato normal, cada um desses elementos de foco tem uma curvatura perfeitamente lisa, como a superfície de uma bola de gude.

Assim uma córnea e lentes com tal curvatura dobram (refratam) toda a luz que entra para fazer uma imagem nitidamente focada diretamente na retina, na parte posterior do olho.

Por outro lado, se a sua córnea ou cristalino não tiver curvas uniformes e suaves, os raios de luz não são refratados adequadamente e você tem um erro de refração.

Dessa forma, a hipermetropia ocorre quando o globo ocular é mais curto do que o normal ou a córnea é curvada muito pouco. 

Outros erros de refração

Além da hipermetropia, outros erros de refração incluem:

Miopia

A miopia ocorre quando o globo ocular é mais longo do que o normal ou a córnea é curvada muito acentuadamente.

Sendo assim, em vez de ser focada precisamente na retina, a luz é focalizada na frente da retina, resultando em uma aparência borrada para objetos distantes.

Astigmatismo

O astigmatismo ocorre quando sua córnea ou lente é curvada de forma mais acentuada em uma direção do que em outra.

Além disso, o astigmatismo não corrigido embaça sua visão.

Quais as complicações associadas a hipermetropia?

Quais as complicações associadas a hipermetropia

A hipermetropia pode estar associada a vários problemas, como:

Estrabismo

Algumas crianças com hipermetropia podem desenvolver estrabismo.

Assim sendo, óculos especialmente projetados que corrigem parte ou toda a hipermetropia pode tratar esse problema.

Qualidade de vida reduzida

Com a hipermetropia não corrigida, você pode não ser capaz de realizar uma tarefa tão bem quanto deseja.

Assim sendo, sua visão limitada pode prejudicar seu prazer nas atividades do dia-a-dia.

Fadiga ocular

A hipermetropia não corrigida pode fazer com que você aperte os olhos ou force os olhos para manter o foco.

Aliás, isso pode causar fadiga ocular e dores de cabeça.

Segurança prejudicada

A sua própria segurança e a de outras pessoas podem ser comprometidas se você tiver um problema de visão não corrigido.

Isto é, principalmente, se você estiver dirigindo um carro ou operando equipamentos pesados.

Encargo financeiro

O custo de lentes corretivas, exames oftalmológicos e tratamentos médicos pode aumentar. Em especial, em uma condição crônica como a hipermetropia.

Quando ver um médico?

Você deve procurar um médico oftalmologista quando o seu grau de hipermetropia for o suficiente para que você não consiga realizar uma tarefa tão bem quanto deseja. Ou seja, se sua qualidade de visão prejudicar seu prazer nas atividades.

O oftalmologista pode determinar o grau de sua hipermetropia e aconselhá-lo sobre as opções para corrigir sua visão.

Segundo a American Academy of Ophthalmology, é recomendo os seguintes intervalos para exames regulares aos olhos:

Adultos

Se você tem alto risco de contrair certas doenças oculares, como glaucoma, faça um exame com dilatação ocular a cada um ou dois anos, a partir dos 40 anos.

Além disso, se você não usa óculos ou lentes de contato, não tem sintomas de problemas nos olhos e tem baixo risco de desenvolver doenças oculares faça um exame aos olhos nos seguintes intervalos:

  • Um exame inicial aos 40;
  • A cada dois a quatro anos entre 40 e 54 anos;
  • Cada um a três anos entre 55 e 64 anos;
  • A cada um a dois anos, começando aos 65 anos.

Crianças e adolescentes

As crianças precisam ser rastreadas para doenças oculares e ter sua visão testada por um pediatra, um oftalmologista, um optometrista ou outro rastreador treinado nas seguintes idades e intervalos:

  • Aos 6 meses de vida;
  • 3 anos;
  • Antes da primeira série e a cada dois anos durante os anos escolares.

Quais os tratamentos para hipermetropia?

Quais os tratamentos para hipermetropia

Os tratamentos comuns incluem óculos e lentes de contato, mas a cirurgia ocular a laser é uma opção duradoura para qualquer pessoa com uma prescrição de hipermetropia adequada.

Cirurgia ocular a laser e hipermetropia

A cirurgia ocular a laser pode fornecer uma solução de longo prazo para os incomodados pela visão turva que pode resultar da hipermetropia.

Quando tratada com laser, a córnea é aumentada para refocar os raios de luz que chegam diretamente na retina, restaurando assim a visão clara e focada.

Além disso, normalmente, a recuperação após a cirurgia ocular a laser é muito rápida.

Sendo assim, a maioria dos pacientes volta ao trabalho no dia seguinte ao tratamento e nota uma melhora em sua visão em poucas horas.

Conclusão

Em resumo, no artigo de hoje te mostrei o que é hipertropia na visão. Antes de tudo, você viu quais são os sintomas e quais as causas.

Além disso, te mostrei também quais as complicações, quando ver um médico e qual o tratamento para a hipertropia. 

Gostou do artigo? Deixa um comentário! A nossa equipe está ansiosa para conversar com você!

12 motivos para escolher Plano de Saúde Empresarial Bradesco
12 motivos para escolher Plano de Saúde Empresarial Bradesco

O Plano de Saúde Empresarial Bradesco possui ativos que você precisa conhecer agora para se decidir. Poderia dizer na introdução todas Read more

O plano de saúde cobre vasectomia?
O plano de saúde cobre vasectomia

Sim, o plano de saúde cobre vasectomia. Desde 2008 o procedimento foi incluído no Rol de Cobertura da ANS. A Read more

Como pedir reembolso plano de saúde?
Como pedir reembolso plano de saúde

Você sabe como pedir reembolso plano de saúde? Sei que te pessoas que não sabem que essa possibilidade existe e Read more

5 passos para escolher um plano de saúde ideal
5 passos para escolher um plano de saúde ideal

Se você estar querendo escolher um plano de saúde para você e sua família, significa que você é alguém que Read more

Reembolso plano de saúde o que é e como solicitar

Reembolso plano de saúde: o que é e como solicitar

Você sabe o que é o reembolso plano de saúde e como solicitá-lo?

Existem algumas diretrizes comuns a todos os planos de saúde e guiadas de acordo com as normas da Lei nº 9.656/98.

Sendo assim, no artigo de hoje, vou te mostrar todas as informações essenciais para você usufruir desse beneficio. O que inclui:

  • O que é reembolso do plano de saúde;
  • Em quais casos pedir o reembolso;
  • E se houver ausência de credenciado;
  • Como solicitar o reembolso;
  • Qual o valor e o prazo para reembolso;
  • O que fazer se o reembolso não for aceito.

O que é o reembolso do plano de saúde?

Reembolso é a forma de fazer um atendimento médico fora da rede credenciada do plano de saúde e receber de volta o valor integral ou parcial.

Além disso, o valor depende do acordo com o que está firmado e tabelado em contrato.

Em quais casos o consumidor tem direito ao reembolso do plano de saúde?

Determina-se que plano de saúde cobra os procedimentos realizados dentro da rede credenciada de sua abrangência geográfica.

Isto é a rede médica (profissionais) e hospitalar (estabelecimentos). 

Caso o consumidor precise utilizar os procedimentos em outra rede que não seja credenciada pelo plano.

A operada pode cobrir total ou parcialmente, dentro dos limites do contrato, os gastos realizados com os procedimentos.

Quando acontece o reembolso integral? 

Quando acontece o reembolso integral  plano de saúde

O reembolso integral no plano de saúde, em geral, acontece em casos de utilização de serviços fora da rede conveniada.

Por exemplo, se você quiser consultar um ortopedista da sua rede credenciada, mas a operadora não consegue garantir o atendimento em 14 dias. Você fica sem atendimento?

Não. Você pode escolher um médico de sua preferência e, depois, exercer seu direito ao reembolso integral do plano de saúde.

E se o plano tiver o atendimento dentro do prazo, mas você quiser consultar com um especialista de sua confiança o que acontece?

Nesse caso, o direito ao reembolso obedece ao previsto em contrato.

E se houver ausência de credenciado no município do beneficiário?

No caso de ausência de uma rede credenciada no município do beneficiário.

O plano de saúde deve se responsabilizar pelo custeio de despesas com transporte para deslocá-lo a um credenciado na cidade vizinha.

Além disso, a outra opção é a operadora cobrir os custos para a contratação de atendimento particular, seja de hospital ou médico.

Em virtude de utilização urgência/emergência fora da rede credenciada, a operadora deverá incluir o valor reembolsado no Componente de Utilização dos Serviços do PINSS?

De acordo com a ANS, o reembolso considera as informações no campo do valor global de despesas quando ocorrer por qualquer razão, tais como:

  • Previsão contratual;
  • Cumprimento de decisão judicial ou inexistência de prestador de serviços da forma da RN nº 259/11.

As normas dispostas na RN n° 395/2016 se aplicam aos procedimentos de solicitação de reembolso?

Segundo a ANS, as demandas decorrentes de reembolso relativo à cobertura assistencial advindas do contrato ou das hipóteses previstas na RN n° 259/2011 considera as demandas de natureza assistencial.

Além disso, nos casos em que a demanda tratar de divergência sobre o valor reembolsado, considera a demanda como não assistencial e, portanto, não sujeita às regras da norma.

Como solicitar o reembolso em planos de saúde?

Como solicitar o reembolso em planos de saúde

Para fazer o pedido é necessário entrar em contato com a operadora. Realiza o requerimento, em regra, em até 30 dias.

A solicitação deve estar acompanhada de documentos que comprovam a prestação de serviço do médico ou hospital.

Desde nota fiscal com todos os valores cobrados no atendimento, o material, medicamentos até o honorário do médico.

Além disso, também deve anexar uma justificativa para a concessão do reembolso e quaisquer outros documentos solicitados pela operadora.

Lembre-se que se você gastar mais com despesas médicas do que o plano paga em um atendimento na rede credenciada, você poderá ficar no prejuízo.

Qual o valor e o prazo para pagamento do reembolso?

O valor do reembolso deve estar previsto no contrato realizado entre beneficiário e operadora.

Por outro lado, segundo a ANS, “se o procedimento solicitado pelo beneficiário não estiver disposto na cláusula de reembolso ou não houver previsão contratual de tabela de reembolso. O reembolso deverá ser integral”.

Portanto, em regra, o prazo máximo para entrega dos documentos que comprovam a despesa é de 30 dias ou mais, caso esteja disponibilizado em contrato.  

O que fazer se o reembolso não for concedido?

Se a operadora negar o reembolso, o consumidor deve procurar um advogado especializado no tema para obter na Justiça uma indenização por dano moral e a reparação do dano material.

As regras sobre o direito ao reembolso valem tanto para os contratos novos como antigos (contratos de antes de 1999).

Pois o Judiciário entende que os contratos de plano de saúde são de trato continuado. Ou seja, se renovam constantemente e novas leis que saem depois da contratação também se aplicam a eles.

Conclusão

Em resumo, no artigo de hoje te mostrei o que é reembolso do plano de saúde e em quais casos pedir o reembolso.

Antes de tudo, você viu o que acontece se houver ausência de credenciado e como solicitar o reembolso.

Além disso, te mostrei também qual o valor e o prazo para reembolso e o que fazer com o reembolso não concedido.

Gostou do artigo sobre lei de reembolso plano de saúde? Deixe um comentário, qualquer dúvida a nossa equipe está  a disposição para te ajudar.

12 motivos para escolher Plano de Saúde Empresarial Bradesco
12 motivos para escolher Plano de Saúde Empresarial Bradesco

O Plano de Saúde Empresarial Bradesco possui ativos que você precisa conhecer agora para se decidir. Poderia dizer na introdução todas Read more

O plano de saúde cobre vasectomia?
O plano de saúde cobre vasectomia

Sim, o plano de saúde cobre vasectomia. Desde 2008 o procedimento foi incluído no Rol de Cobertura da ANS. A Read more

Como pedir reembolso plano de saúde?
Como pedir reembolso plano de saúde

Você sabe como pedir reembolso plano de saúde? Sei que te pessoas que não sabem que essa possibilidade existe e Read more

5 passos para escolher um plano de saúde ideal
5 passos para escolher um plano de saúde ideal

Se você estar querendo escolher um plano de saúde para você e sua família, significa que você é alguém que Read more