Como deduzir plano de saúde em 2020

Como deduzir plano de saúde em 2020

Se você quer saber como deduzir plano de saúde você pode estar preocupado com o Imposto de Renda.

Em geral, pode parecer complicado, mas o que vou te mostrar agora vai clarear a sua mente sobre como deduzir o plano de saúde. Isso porque vou te mostrar:

  • Como declarar o plano de saúde;
  • Como deduzir o plano de saúde individual, empresarial e familiar;
  • O que a Receita Federal considera como despesa médica;
  • O que você não pode deduzir como despesa médica. 

Vamos lá?

Como declarar plano de saúde no Imposto de Renda 2020

Para declarar o plano de saúde no Imposto de Renda de 2020 você precisa informar: 

  • O CNPJ e o nome da operadora;
  • O valor pago;
  • E a parcela que foi reembolsada e não é dedutível. 

Além disso, é importante também você informar todos gastos que foram feitos com o seu próprio plano de saúde, o de um dependente ou de um alimentando.

Aliás, uma novidade para 2020 é que o programa do Imposto de Renda permite que o informe enviado pelas operadoras de plano de saúde seja importado.

Basta selecionar o botão “importar arquivo do plano de saúde” na ficha Pagamentos Efetuados e pronto. Isso já vai agilizar muito o processo para declarar o plano de saúde. 

Como deduzir plano de saúde individual

Como deduzir plano de saúde individual

Se você paga o seu plano de saúde individual integralmente, para deduzi-lo basta solicitar a operadora o Informe de Rendimentos 2019.

Este é um documento com os dados relacionados para conseguir realizar a declaração. Ele envolve apenas o gasto com a mensalidade paga ao longo de 2019 ao plano de saúde.

Ou seja, declaram-se os gastos com consultas médicas e outros procedimentos nos itens respectivos do formulário.

Dessa forma, lembre-se que para fazer a declaração corretamente você precisa de todos os recibos desses pagamentos ou nota fiscal.

Como deduzir plano de saúde familiar e empresarial

Para deduzir o plano de saúde familiar todos os dependentes ou alimentados precisam estar cadastrado anteriormente na declaração como dependentes.

Ou seja, precisa ser informando o CPF, mesmo que algum deles seja menor de idade.

Por outro lado, nos casos no caso que os dependentes e alimentandos estão incluídos em um plano empresarial só será deduzido do seu Imposto de Renda o valor que sai direto do seu bolso enquanto contribuinte.

O que a Receita Federal considera como despesa médica?

A Receita Federal considera como despesa médica:

  • Gastos com plano de saúde individual, familiar ou empresarial;
  • Gastos com planos de dependentes e alimentandos (beneficiários de pensão alimentícia);
  • Pagamentos efetuados a médicos de qualquer especialidade:
    • Dentistas;
    • Psicólogos;
    • Fisioterapeutas;
    • Terapeutas ocupacionais;
    • Fonoaudiólogos.
  • Hospitais e as despesas provenientes de exames laboratoriais;
  • Serviços radiológicos;
  • Aparelhos ortopédicos;
  • Próteses ortopédicas e dentárias.

Além disso, lembre-se que você precisa ter todos os comprovantes dessas despesas e guardá-los por 5 anos.

Isso é importante porque se a Receita pedir a comprovação desse gasto, você já tem toda a documentação separada. 

O que não posso deduzir como despesa médica?

O que não posso deduzir como despesa médica?

Agora que você já sabe o que deduzir como despesa médica na Receita Federal, vou te mostrar e te explicar o que NÃO pode deduzir. 

Veja só:

1) Despesas médicas sem recibo

Como te disse anteriormente, você precisa guardar todos os recebidos das suas despesas médicas. 

Caso você não tenha nota fiscal, recibo ou cópia de cheques emitidos em nome do hospital, ou profissional qualificado você não vai poder deduzir esses gastos.

Mas não se preocupe! Ainda é possível requerer essa documentação com os hospitais, clínicas e profissionais de saúde. Provavelmente, eles vão ter guardados e você pode solicitar uma cópia. 

Além disso, é importante ressaltar que se você não conseguir esses recibos não faça a dedução. Isso porque você pode cair malha fina.

2) Plano de saúde pago por empresa

Se o plano de saúde é pago integralmente pela empresa, não tem como você deduzir do Imposto de Renda.

Caso você pague parcialmente a despesa médica, você pode declarar o que pagou do bolso e informar na coluna “Parcela não dedutível/valor reembolsado” o valor pago pela empresa.

Ou seja, na hora de declarar você vai colocar somente o valor que você efetivamente pagou e que pode ser incluído na lista de possíveis deduções.

3) Plano de saúde de não dependente

Mesmo que você tenha pagado o plano de saúde da mãe, do pai, do avô, do sobrinho você não pode abater essa despesa do IR.

Isto é a não ser que essas pessoas sejam seus dependentes na declaração.

4) Remédios

Além disso, não adianta você guardar todos os comprovantes gastos com remédios. Pois, mesmo que eles sejam de uso contínuo, só poderão ser declarados se constarem na conta emitida pelo estabelecimento hospitalar.

5) Vacinas

O mesmo acontece com as vacinas: elas não podem ser deduzida. Isto é a não ser se forem constatadas na conta emitida pelo estabelecimento hospitalar.

6) Enfermeiros e massagistas

Além disso, enfermeiros particulares, cuidadores de idosos e assistentes sociais não são dedutíveis.

Ou seja, esse tipo de serviço só podem ser deduzidos se fizerem parte da conta do hospital. 

7) Viagem ao exterior para tratamento médico

Nesse caso o que não vai ser dedutível é as despesas com a viagem, ou seja, os gastos com passagens, hospedagem, transporte e alimentação.

Sendo assim, o que você vai poder deduzir como despesa médica é o tratamento hospitalar.

É claro que somente com nota fiscal emitida pelo profissional de medicina ou pelo hospital responsável.

8) Academia

Mesmo que as aulas na academia seja por recomendação médica, elas não podem ser deduzidas do Imposto de Renda.

9) Compra de óculos e lentes de contato

A compra de óculos e lentes de contatos, mesmo com a receita médica, não podem ser abatidos do Imposto de Renda.

No entanto, a única exceção são as lentes intraoculares que fizerem parte da conta do hospital ou do profissional qualificado.

10) Gastos com veterinário

Sei que tem muitas pessoas que consideram seu animal de estimação com parte da família, mas os gastos com tratamento e consultas veterinárias não podem ser deduzidos. 

Conclusão

No artigo de hoje te mostrei como deduzir o plano de saúde em 2020. Você viu o que você precisa fazer para declarar o plano de saúde empresarial, familiar e individual. 

Além disso, te mostrei também o que a Receita Federal considera como despesa médica e o que você não pode deduzir. 

Agora é a sua vez! Se você tiver qualquer dúvida sobre esse assunto, deixe um comentário. A nossa equipe fará o possível para te responder.

Tudo o que você precisa saber sobre férias coletivas
Tudo o que você precisa saber sobre férias coletivas

Já ouviu falar sobre férias coletivas na empresa? Isso pode ou não pode? O que a lei diz sobre isso?  Read more

Treinamento de força e resistência: como e por que fazer
Treinamento de força e resistência: como e por que fazer

Provavelmente, você já ouviu que o treinamento de força e resistência é essencial para quem deseja se manter ativo mesmo Read more

Organograma: o que é e como fazer um
Organograma: o que é e como fazer um

Você sabe o que é um organograma e como fazer um para a sua empresa? Provavelmente você já ouviu esse Read more

12 funções essenciais de Recursos Humanos
12 funções essenciais de Recursos Humanos

Você sabe quais são as funções essenciais de Recursos Humanos?  Sei que você pode ter uma noção básica sobre esse Read more

4 Responses

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *