5 passos para escolher um plano de saúde ideal

5 passos para escolher um plano de saúde ideal

Se você estar querendo escolher um plano de saúde para você e sua família, significa que você é alguém que se preocupa com o futuro. 

Isso porque quem busca um plano de saúde não está pensando apenas no agora, mas também em ter um futuro prologando. 

Afinal de contas, quem não cuida da saúde, corre sérios riscos de receber diagnósticos tardios e não receber o tratamento no momento necessário. 

Pensando nisso, no artigo de hoje vou te mostrar como você pode escolher o plano de saúde ideal para você e sua família. 

Qual o plano de saúde ideal? 

Qual o plano de saúde ideal

Existem duas modalidades de plano de saúde disponíveis. São elas:

  1. Planos individuais (individual ou familiar);
  2. Planos coletivos (coletivo por adesão ou coletivo empresarial).

O plano de saúde individual é indicado para quem deseja um convênio para uma única pessoa ou para a família.

Já nos planos coletivos podem ser adicionadas mais de 2 a 30 pessoas e o preço é muito mais em conta. 

Antes de tudo, escolher o plano de saúde ideal é você optar por uma das modalidades.

Além disso, lembre-se em considerar o número de vidas que você deseja adicionar no plano. 

Sendo assim, após escolher entre as modalidades, você pode seguir o passo a passo a seguir. 

5 passos para escolher o plano de saúde ideal 

5 passos para escolher o plano de saúde ideal

Existem algumas informações que você precisa ponderar antes de assinar um contrato de plano de saúde.

Por isso, vou te mostrar agora um passo a passo para você seguir.

Passo 1: Verifique a cobertura

Cobertura é quais são os procedimentos que fazem parte do plano de saúde.

Por isso, antes de escolher uma operadora você precisa saber qual cobertura é ideal para as suas necessidades.

Sendo assim, você pode escolher entre as seguintes opções:

Plano de saúde ambulatorial

Plano de saúde ambulatorial é um convênio mais simples, com menos opções de serviços e cobertura médica. 

Os serviços oferecidos por um plano de saúde ambulatorial, em geral, inclui:

  • Consultas médicas ilimitadas;
  • Consultas de pré-natal;
  • Exames complementares;
  • Procedimentos clínicos
  • Atendimento de urgência e emergência nas primeiras 12 horas;
  • Hemoterapia ambulatorial;
  • Radioterapia;
  • Hemodiálise;
  • Diálise;
  • Exames complementares:
    • Solicitado por escrito pelo médico cooperado;
    • Autorizado pela operadora;
    • Serviços credenciados ou referenciados pela operadora.

Plano de saúde hospitalar

Plano de saúde hospitalar é uma modalidade de convênio que cobre apenas aos procedimentos hospitalares, ou seja, casos de internações, cirurgias, urgências e emergências.

De maneira geral, o plano de saúde hospitalar cobre:

  • Internação comum e internação em UTI em hospitais credenciados;
  • Consultas médicas e exames complementares que são realizados nos próprios hospitais;
  • Utilização de materiais hospitalares;
  • Tratamentos de radioterapia;
  • Tratamentos de quimioterapia;
  • Transfusão de sangue;
  • Utilização das salas de cirurgia;
  • Medicamentos para anestesia;
  • Acompanhamento pós-operatório completo para o caso de procedimentos cirúrgicos de transplante renal e de córneas;
  • Procedimentos de embolização e de radiologia intervencionista;
  • Fisioterapia.

Além disso, o plano de saúde hospitalar também cobre outros procedimentos específicos como, por exemplo: radioterapia, hemodiálise, diálise e hemoterapia ambulatorial.

Plano de saúde com obstetrícia

Plano de saúde com obstetrícia é uma classificação utilizada pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) para identificar quais coberturas terá o convênio médico.

Além das coberturas apresentadas antes também cobre:

  • Atendimento pré-natal com exames e tratamentos necessários este período;
  • Atenção ao parto; 
  • Assistência do recém-nascido natural por 30 dias ou adotivo durante o mesmo período; 
  • Consultas;
  • Exames;
  • Internações;
  • UTI neonatal;
  • E outras cirurgias.

Plano de saúde referência

Plano de Saúde Referência é uma assistência médico-ambulatorial e hospitalar com obstetrícia e acomodação em enfermaria. 

O plano de saúde referência cobre:

  • Atendimento em consultórios; 
  • Exames e tratamentos necessários para diagnosticar ou tratar o problema de saúde;
  • Internação em enfermaria, com direito a UTI e parto.

Passo 2: Verifique a rede referenciada

Rede credenciada é quais os hospitais e clínicas vão estar disponível no seu convênio.

Se você tem alguma preferência é importante listar para verificar com a operadora.

É importante verificar também a localização dos hospitais e clínicas que você deseja no seu plano.

Afinal de contas, não vai adiantar muito contratar um plano de saúde com excelentes hospitais. Se ficam em outra cidade ou a uma distância muito grande.

Veja as avaliações dos hospitais 

O site da Agência Nacional de Saúde disponibiliza alguns arquivos de avaliação dos hospitais e clinicas.

Veja algumas informações que você pode pesquisar com a ANS:

  • Consulta de dados e planos disponíveis pela operadora;
  • Qualidade de hospitais, clínicas e laboratórios;
  • Desempenho das operadoras;
  • Monitoramento da garantia de atendimento;
  • Índice de reclamações.

Além disso, você também pode dar uma olhada nas reclamações e filtrá-las.

Nem sempre os usuários têm razão, por isso seja crítico ao verificar as reclamações. 

Passo 3: Verifique as opções de reembolso e carência

É importante procurar por um plano de saúde que permita o reembolso e que esteja de acordo com as regras de carência.

O reembolso é para quando, por exemplo, ocorrer um acidente em outra cidade e precisar de um especialista que não é credenciado à rede você possa ser atendido da mesma forma.

Ou seja, o plano de saúde vai te reembolsar neste caso. Aliás, lembre-se de verificar se:

  • O processo de reembolso é fácil ou burocrático;
  • O valor do reembolso é coerente com os preços praticados na região.

Já a carência é o período, após a assinatura do contrato, em que o beneficiário não pode usar o plano.

Sendo assim, a ANS determina que o prazo máximo a ser aguardado depois de uma contratação é:

  • 24 horas para casos de urgência;
  • 300 dias para obstetrícia (partos prematuros e demais complicações se enquadram em circunstâncias emergenciais);
  • 24 meses para doenças que já eram do conhecimento da pessoa, antes de contratar o plano;
  • 180 dias para demais situações.

Além disso, as operadoras podem estipular um tempo menor ou até inexistente, porém, nunca maior que o estabelecido pela legislação.

Passo 4: Pensa na possibilidade de coparticipação

A coparticipação é quando você paga uma mensalidade mais baixa e paga uma porcentagem apenas quando for utilizar o serviço.

Essa modalidade é vantajosa para quem não realizar muitos procedimentos médicos durante o ano.

Aliás, para saber mais sobre plano de saúde com coparticipação clique aqui.

Passo 5: Veja as operadoras

Agora que você já tem todas as informações essenciais para escolher um plano de saúde ideal, está na hora de comparar as operadoras.

Você pode fazer isso por conta própria ou entrar em contato com uma seguradora especializada. 

Aqui na SmartCare os nossos profissionais são capacitados para te oferecer a melhor opção de acordo com o seu perfil. 

Além disso, se você deseja fazer uma cotação entre em contato com um dos nossos consultores aqui.

Conclusão

Em resumo, no artigo de hoje te mostrei como você pode escolher o plano de saúde ideal.

Antes de tudo, te mostrei em 5 passos as principais informações que você precisa verificar antes de assinar um contrato. 

Gostou do artigo?

Compartilhe o link nas redes sociais. Se tiver qualquer dúvida sobre o assunto deixa um comentário!

A nossa equipe fará o possível para te responder!

12 motivos para escolher Plano de Saúde Empresarial Bradesco
12 motivos para escolher Plano de Saúde Empresarial Bradesco

O Plano de Saúde Empresarial Bradesco possui ativos que você precisa conhecer agora para se decidir. Poderia dizer na introdução todas Read more

Por que ter um plano de saúde? 12 motivos que vão te ajudar a fazer a melhor escolha
Por que ter um plano de saúde 12 motivos que vão te ajudar a fazer a melhor escolha

Você está com dúvida sobre por que ter um plano de saúde? Fique tranquilo que no artigo de hoje vou Read more

Para quem é indicado o plano de saúde com coparticipação
Para quem é indicado o plano de saúde com coparticipação

Se você quer saber para quem é indicado o plano de saúde com coparticipação, provavelmente, você está considerado contratar esse Read more

Como funciona plano de saúde com coparticipação
Como funciona plano de saúde com coparticipação

Você sabe como funciona plano de saúde com coparticipação? Essa é uma de várias opções para cuidar da sua saúde Read more

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *