Plano de saúde cobre cirurgia plástica?

Plano de saúde cobre cirurgia plástica?

Se você quer saber se o plano de saúde cobre cirurgia plástica precisar ler esse artigo até o final. 

Isso porque no artigo de hoje vou te mostrar:

  • O que é cirurgia plástica;
  • Qual a diferença entre cirurgia reparadora  e estética;
  • Quais cirurgias plásticas que o plano de saúde cobre;
  • Quando o plano de saúde não cobre;
  • E como solicitar a sua operadora.

Enfim… Vamos lá?

O que é cirurgia plástica?

O que é cirurgia plástica

Cirurgia plástica é um procedimento médico que visa a reconstituição de uma parte do corpo humano por razões médicas ou estéticas.

Qual a diferença entre cirurgia plástica reparadora e cirurgia plástica estética?

A cirurgia plástica reparadora é aquela realizada por razões médicas. Ou seja, ela é feita para corrigir lesões deformantes, defeitos congênitos ou adquiridos.

Já a cirurgia plástica estética é feita pelo paciente com a intenção de alterar algum aspecto físico que não o agrado.

Quais cirurgias plásticas o plano de saúde cobre?

Em geral, os planos de saúde cobrem a cirurgia plástica reparadora. Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), essas cirurgias são:

Retirada de excesso de pele

A cirurgia de retirada de excesso de pele ocorre quando o paciente passa pelo procedimento de redução do estômago (bariátrica ou gastroplastia).

Considera-se uma cirurgia reparadora porque o excesso de pele pode comprometer a saúde e o dia a dia do paciente. Ocasionando infecções e afetando o estado emocional.

Reconstrução da mama

Mulheres que fizeram mastectomia realizam a reconstrução da mama. Ou seja, em pacientes que receberam o diagnóstico de câncer de mama, lesões traumáticas e tumores em geral.

Isso inclui também a mastoplastia na mama oposta após reconstrução da contralateral, em casos de lesões traumáticas e tumores.

Além disso, é importante frisar que, casa uma mama esteja saudável, a cirurgia pode ser feita apenas em uma mama.

Redução de mamas

A redução da mama também pode ser chamada de cirurgia para redução dos seios ou mamoplastia redutora.

Procura-se o procedimento quando o tamanho e o peso da mama está acima das características anatômicas do tórax. Ou quando gera incômodo estético para o paciente.

Além disso, também indica-se para os casos de gigantomastia e para pacientes com mamas avantajadas quem passam a envergar a coluna para disfarçá-las.

No entanto, mesmo nesses casos a paciente precisa receber o diagnóstico de que pode haver problemas na coluna e na postura em determinadas situações.

Ou seja, o médico responsável pelo pedido deve elaborar um laudo médico. Dessa forma, o plano de saúde é OBRIGADO a custear a cirurgia de redução da mama. 

Queloides, cicatrizes hipertróficas e queimaduras

Apesar de parecer uma cirurgia plástica estética, em muitos casos as queloides, cicatrizes e queimaduras pode trazer consequências para a saúde do paciente.

Nesses casos, é importante verificar com o plano de saúde como será o procedimento. 

Blefaroplastia

A blefaroplastia ocorre quando a pálpebra está tão caída que interfere na visão.

Nesse caso também é necessária a indicação médica, bem como a entrada com um processo na operadora pedindo a realização do procedimento.

Órteses e próteses

Além disso, a cobertura de cirurgia plástica também é obrigatória no caso de órteses, próteses e seus apêndices associados à prática cirúrgica. 

Quando o plano de saúde não cobre cirurgia plástica?

Quando o plano de saúde não cobre cirurgia plástica

Como te disse antes, as operadoras de saúde não são obrigadas a cobrir cirurgias plásticas puramente estéticas. Aliás, essa é uma determinação da ANS.

Ou seja, se o beneficiário desejar realizar uma lipoaspiração só por estética, por exemplo, o plano de saúde não tem obrigação de cobrir. 

Como solicitar uma cirurgia plástica?

Para solicitar a cirurgia plástica para o seu plano de saúde, você: 

  • Deve agendar uma consulta;
  • Manifestar o interesse em fazer o procedimento;
  • Passar por avaliações e realizar os exames.

Além disso, é importante lembrar que esses tipos de procedimentos costumam exigir um prazo de carência.

Ou seja, você deve verificar antes, se é possível fazer a cirurgia plástica. Ou se o contrato estípula um período de vigência antes que ela possa ser realizada.

Por ouro lado, se for o caso de cirurgia emergencial, dependendo do seu contrato, você pode solicitar o reembolso parcial ou integral posteriormente.

Posso pedir reembolso para o plano de saúde?

Você pode pedir reembolso para o plano de saúde em duas situações:

  1. Se estiver previsto em contato; ou
  2. Se a rede credenciada não oferecer profissional que preste o atendimento.

Além disso, sem o reembolso previsto no contrato do plano, o beneficiário pode acionar a operadora e verificar se pode optar por um profissional particular.

Nesse caso, o próprio paciente paga pelas demais despesas. 

Tem carência para realizar a redução da mama?

Quando não há doença preexistente, segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar, o prazo de carência para cirurgias é de 180 dias. 

Caso a cirurgia precise ser realizada em caráter de urgência ou emergência, a carência é de 24 horas. Contados a partir da data de assinatura do contrato. 

Conclusão

Em geral, no artigo de hoje te mostrei o que é cirurgia plástica e qual a diferença entre cirurgia reparadora e estética.

Antes de tudo, você viu também quais cirurgias plásticas que o plano de saúde cobre e quando ele não cobre;

Além disso, te mostrei como solicitar você pode acionar a sua operadora.

Enfim… Gostou do artigo? Deixa um comentário e compartilhe o link nas redes sociais.

Se ficou algum dúvida sobre o assunto, entre em contato com um dos nossos consultores.

Qual a importância da ginástica laboral? 7 benefícios e um exemplo eficaz
Qual a importância da ginástica laboral 7 benefícios e um exemplo eficaz

Você sabe qual é a importância da ginástica laboral? Algumas pessoas acreditam que é um exercício desnecessário e outras não Read more

O que é telemedicina: como funciona e quais são as vantagens
O que é telemedicina como funciona e quais são as vantagens

Saber o que é telemedicina é essencial na época que estamos vivendo. Pois o uso da tecnologia de informação agrega Read more

6 dicas de autoajuda para TOC
6 dicas de autoajuda para TOC

Você sabia que existem técnicas de autoajuda para TOC? No artigo de hoje vou te mostrar 6 dicas que vão Read more

8 maneiras de construir uma autoestima duradoura
8 maneiras de construir uma autoestima duradoura

Já parou para pensar como você pode construir uma autoestima duradoura? Pode parecer algo inalcançável, mas a verdade é que Read more

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *