Plano de saúde para idoso por que investir nesse serviço

Plano de saúde para idoso: por que investir nesse serviço?

Investir em um plano de saúde para idoso é uma realidade que precisa ser colocada em pauta. 

Apesar de ser conhecida como a melhor idade, também é um dos momentos da vida que mais precisamos de cuidados extras com a saúde. 

Por isso, a melhor maneira de garantir essa segurança é contratando um plano de saúde para idosos.

Pensando nisso, vou te explicar por que é importante investir em um plano de saúde para idosos e ainda vou te mostrar:

  • Como escolher um plano de saúde para idosos;
  • Como funciona o reajuste;
  • Quais são as carências.

Vamos lá? 

Por que investir em um plano de saúde para idosos?

O primeiro motivo para investir em um plano de saúde para idosos é que nessa fase da vida o atendimento precisar ser rápido e eficiente. O que nem sempre acontece no Sistema Único de Saúde (SUS).

Por exemplo, lembro que uma vez tive que levar minha vó no hospital aqui da cidade. Ficamos mais de duas horas para receber atendimento, na época ela tinha 80 anos. 

Não lembro qual foi o motivo que levou a gente até lá. Mas me recordo do tempo de espera e dá falta de atenção que ela recebeu quando entrou no consultório. 

Além disso, o plano de saúde para idoso também tem:

Foco em medicina preventiva 

A maioria das operadoras de plano de saúde para idosos tem foco em medicina preventiva. 

Isto é, em geral, entre os serviços inclui também:

  • Check-up médico para prevenir doenças que surgem com a idade;
  • Consultas frequentes com um médico geriatra; e
  • Sessões com o fisioterapeuta.

Mensalidade sem reajuste após completar 59 anos

Segundo a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), as operadoras só podem realizar o reajuste anual. Depois dos 59 anos, não é permitido os reajustes por mudança de faixa etária.

Além disso, em geral, as operadoras oferecem o plano de saúde para idoso com um preço fixo. Isso é importante para o beneficiário se planejar financeiramente. 

Desconto em drogarias

Além disso, outra vantagem de contratar um plano de saúde para idoso é a possibilidade de desconto em drogarias.

Isso porque a maioria das operadoras tem esse desconto incluso no plano. 

Como escolher um plano de saúde para idosos?

Como escolher um plano de saúde para idosos

Para escolher o plano de saúde para idosos análise as reais necessidades do contratante e verifique as possibilidades de orçamento.

É importante também observar qual o melhor tipo de acomodação (coletiva ou individual) e contratar um plano sem coparticipação.

Afinal de contas, como o idoso tem a tendência de usar mais as consultas médicas o plano com coparticipação pode sair mais caro. 

Além disso, para escolher um plano de saúde para idosos verifique também:

Atendimento personalizado

Veja se a operadora tem um atendimento personalizado para o público idoso.

Isso porque muitas operadoras apesar de oferecerem planos de saúde para maiores de 59 anos, nem sempre criam um atendimento personalizado.

Por isso, observe se tem a opção de coleta de exames domiciliar, cadeiras de rodas disponíveis, etc

Veja o que há de cobertura disponível

É importante também ver quais os serviços que estão no contrato do plano de saúde para não ocorrer uma decepção em momentos de necessidades. Veja se todos os exames, consultas e internação estão na cobertura. 

Além disso, veja também se a acomodação é na enfermaria ou quarto, se em casos de cirurgias os equipamentos necessários estão contemplados, etc.

Informe-se se a cobertura é nacional ou regional

Se o contratante é alguém que viaja muito é importante que a cobertura do plano de saúde seja nacional. 

Isso porque se for um plano regional, quando ele estiver fora da região não poderá utilizar os serviços do plano de saúde. 

Por isso, verifique qual das duas opções é a melhor para a realidade do idoso.

Saiba qual a rede credenciada e se há reembolso

Além disso, também é importante verificar quais são os hospitais e clínicas que fazem parte da rede credenciada no plano de saúde. 

Se tiver algum hospital de sua preferência, por exemplo, escolha o plano de saúde que tenha ele disponível.

Assim você pode realizar uma consulta ou fazer um exame no lugar que escolheu. 

Medicina preventiva

Como te disse antes, no caso do plano de saúde para idoso, também é importante verificar se investe em medicina preventiva. 

Ou seja, se ele tem todos os serviços necessários para cuida da saúde do beneficiário antes de mesmo de uma doença grave surgir. 

Isso inclui, por exemplo, fazer check up regularmente e consultas periódicas.

Opções existentes

Por último, análise mais de uma opção no mercado. Isto é compare as informações entre eles e só depois feche o contrato. 

Ao entrar em contato com uma seguradora ela vai saber quais planos são recomendados para idosos.

Foque também nessas informações

Além disso, ao escolher um plano de saúde para idosos observe também:

  • Valor da mensalidade;
  • Portabilidade para outras operadoras;
  • Tempo de carência para doenças ou lesões pré-existentes;
  • Tempo de carência normal;
  • Cobertura municipal, regional e nacional de médicos para consultas de rotina;
  • Programas de bem-estar específicos para a faixa etária.

Como funciona o reajuste nos planos para idosos?

Segundo a ANS, as operadoras podem realizar ajustes nos planos de saúde de acordo com as mudanças das seguintes faixa etárias:

  • 0-18 anos;
  • 19-23 anos;
  • 24-28 anos;
  • 29-33 anos;
  • 34-38 anos;
  • 54-58 anos;
  • 59 anos ou mais.

Ou seja, a partir de 59 anos não será mais aplicado o reajuste por mudança de faixa etária. 

Lembre-se: o ajuste aplicado todos os anos permanecem. 

As carências dos planos para idosos são mais altas?

Não. As carências no plano de saúde para idosos não são mai alas do que nos demais planos. As regras são as mesmas:

  • 24 horas para urgência e emergência;
  • 180 dias para consultas exames e internações (é comum que as operadoras liberem consultas e exames após 30 dias);
  • 300 dias para parto.

Além disso, há também o prazo de 2 anos para condição pré-existente. Ou seja, deverá aguardar esse período para realizar qualquer procedimento de alta complexidade relacionado a esta condição.

Conclusão

Em resumo, no artigo de hoje você viu por que é importante investir em um plano de saúde para idosos.

Você viu também como funciona o reajuste e como são as carências nesse tipo de plano. 

Além disso, te mostrei também como escolher um plano de saúde ideal para esse público. 

Tem mais alguma dúvida? Deixe um comentário! A nossa equipe fará o possível para te responder!

12 motivos para escolher Plano de Saúde Empresarial Bradesco
12 motivos para escolher Plano de Saúde Empresarial Bradesco

O Plano de Saúde Empresarial Bradesco possui ativos que você precisa conhecer agora para se decidir. Poderia dizer na introdução todas Read more

5 passos para escolher um plano de saúde ideal
5 passos para escolher um plano de saúde ideal

Se você estar querendo escolher um plano de saúde para você e sua família, significa que você é alguém que Read more

Por que ter um plano de saúde? 12 motivos que vão te ajudar a fazer a melhor escolha
Por que ter um plano de saúde 12 motivos que vão te ajudar a fazer a melhor escolha

Você está com dúvida sobre por que ter um plano de saúde? Fique tranquilo que no artigo de hoje vou Read more

Para quem é indicado o plano de saúde com coparticipação
Para quem é indicado o plano de saúde com coparticipação

Se você quer saber para quem é indicado o plano de saúde com coparticipação, provavelmente, você está considerado contratar esse Read more

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *