Qual a importância da ginástica laboral 7 benefícios e um exemplo eficaz

Qual a importância da ginástica laboral? 7 benefícios e um exemplo eficaz

Você sabe qual é a importância da ginástica laboral? Algumas pessoas acreditam que é um exercício desnecessário e outras não fazem ideia do que seja. 

Lembro que por duas empresas em que passei havia a ginástica laboral. Em uma era obrigatória e todo mundo tinha que parar os atendimentos para esticar o corpo. Se não fizéssemos o supervisor chamava a nossa atenção. 

Na outra foi uma atitude de outra colaboradora e não era obrigatória. Ou seja, quase  ninguém parava o seu trabalho para dar um alívio para má postura no computador. 

Em ambas as situações, eu adorava fazer a ginástica laboral. Pois me ajudava a ficar concentrada o restante do expediente e diminuía muito minhas dores nas costas.

Por isso, vou te mostrar qual a importância da ginástica laboral. Antes de tudo, vou te mostrar o conceito desse exercício.

O que é ginástica laboral?

O que é ginástica laboral

Ginástica laboral é um exercício físico destinado a funcionários de empresas e executado no local de trabalho. 

Em princípio, essa atividade dura cerca de 5 a 10 minutos.

Sendo assim, ela tem como objetivo diminuir as dores e as chances de desenvolvimento de lesões por conta das atividades realizadas no local de trabalho.

De onde surgiu a ginástica laboral?

De acordo com os historiadores, o primeiro registro de ginástica laboral foi na Polônia no ano de 1925. 

Naquela época, o nome era Ginástica de Pausa, pois os trabalhadores pausavam a jornada de trabalho para a realização das atividades físicas leves. 

Essa metodologia só foi para os países da Europa e Japão em 1950, mas na época já estipularam como atividade obrigatória nos escritórios.

No entanto, no Brasil, a Ginástica Laboral chegou só nos anos 70. A Federação de Estabelecimento de Ensino Superior (FEEVALE), no Rio Grande do Sul, fez a publicação de uma proposta de exercícios baseados em análises biomecânicas.

Como funciona a ginástica laboral?

A ginástica laboral é realizada dentro do local de trabalho (fábricas, corporações, empresas…). 

Ela deve ser elaborada por um fisioterapeuta ou professor de educação física.

Sendo assim, o profissional vai até às fábricas, corporações ou empresas e aplicam exercícios como, por exemplo, alongamento, relaxamento muscular, entre outros.

Além disso, no caso dos colaboradores que ficam muito tempo sentados. Os profissionais também ajudam a corrigir problemas posturais e compensar o desgaste proveniente dos exercícios repetitivos.

O Conselho Federal de Educação Física (CONFEF) estabelece que a série de exercícios deve durar de 5 a 10 minutos diários.

 Enfim, cada exercício deve ser desenvolvido para cada tipo de atividade realizada pela equipe. Afinal, o objetivo é amenizar os desgastes exigidos pela função.

Quais os tipos de Ginástica Laboral que existem?

Há três tipos de práticas de ginástica laboral que devem ser realizadas dentro de sua empresa. São eles:

Ginástica laboral preparatória

Ginástica laboral preparatória são os exercícios realizados no início da jornada de trabalho.

O objetivo é aquecer os grupos musculares e preparar os colaboradores para as tarefas que serão realizadas. Por certo, tem duração de 10 a 20 minutos.

Além disso, ela é focada em exercícios que contemplem coordenação, equilíbrio, flexibilidade e resistência muscular.

Uma vez que o alongamento aumenta a circulação sanguínea, a viscosidade e lubrificação das articulações e tendões.

Ginástica laboral compensatória

A ginástica laboral compensatória é realizada no meio do expediente. Sendo assim, ela interrompe a monotonia operacional e tem como objetivo compensar os esforços repetitivos e as posições inadequadas dos postos de trabalho. 

Além disso, tem a mesma duração das anteriores e é focada em exercícios de correção de postura, flexibilidade e atividades respiratórias.

Uma vez que esse tipo de exercício ajuda a diminuir a fadiga e prevenir doenças ocupacionais crônicas.

Ginástica laboral de relaxamento

A ginástica laboral de relaxamento é realizada no final do expediente. O objetivo é evitar o acúmulo de ácido lático e prevenir possíveis lesões. Também tem duração de 10 a 20 minutos.

Além disso, nesse tipo ginástica podem aplicar automassagens e alongamentos e, até mesmo, estimular a meditação.

Uma vez que esses exercícios ajudam a oxigenar os músculos envolvidos nas tarefas repetitivas feitas ao longo do dia.

Quais os benefícios da ginástica laboral?

Quais os benefícios da ginástica laboral

Agora que você já sabe qual a importância da ginástica laboral, de onde ela surgiu, como funciona e quais são os tipos.

Vou te mostrar 7 benefícios da ginástica laboral para empresa e seus colaboradores.

1) Melhora a qualidade de vida

Um colaborador que tem menor índice de problemas relacionados as atividades de trabalho terá uma melhor qualidade de vida. 

Pois ajuda a diminuir as dores, alivia a tensão e o estresse.

2) Menor índice de doenças e afastamentos

Muitos dos exercícios da ginástica laboral são preventivos contra doenças que podem gerar afastamentos futuros. 

Ou seja, quando se aplica a ginástica laboral devidamente, os riscos de afastamento diminui e reduz o excesso de atestados médicos.

3) Maior produtividade

Funcionários que estejam na plenitude física para a execução das atividades tendem a ter uma maior produtividade. 

Além disso, por estarem mais relaxados, tendem a ter mais disposição para trabalhar e, consequentemente, suas tarefas rendem mais.

4) Redução do absenteísmo

A ginástica laboral ajuda a reduzir o absenteísmo, ou seja, menos dias de atestado médico e, consequente, menos faltas no trabalho.

5) Melhora o clima organizacional

Por ser uma atividade fora da rotina, os exercícios laborais:

  • Tornam o ambiente mais leve;
  • Aproximam o empregado de seus colegas; e
  • Aumentam a satisfação com a empresa.

6) Reduz as taxas de turnover

Turnover é a alta rotatividade de profissionais dentro de uma empresa. Por isso, investir no bem-estar nos colaboradores mostra preocupação pelos funcionários e torna o ambiente mais agradável.

7) A ginástica laboral também…

  • Reduz o estresse laboral;
  • Promove a integração dos colaboradores;
  • Estimula o alongamento e relaxamento dos músculos;
  • Reduz tensões musculares;
  • Aumenta a produtividade;
  • Promove o bem-estar;
  • Preveni de lesões;
  • Minimiza possíveis dores das Lesões por Esforços Repetitivos (LER).
  • Preveni de Doenças Laborais;
  • Redução do sedentarismo;
  • Melhora o condicionamento físico;
  • Reduz a fadiga;
  • Combate tensões;
  • Melhora a autoestima;
  • Diminuição dos afastamentos;
  • Reduz o número de acidentes de trabalho.

Exemplo de ginástica laboral

Exemplo de ginástica laboral

Realiza-se a ginástica laboral com o apoio de um profissional qualificado. 

Mas se você está curioso para saber como ela funciona, separei para um exemplo de ginástica laboral. Veja só:

1.º Alongue pescoço

Em pé, com os braços relaxados deite a cabeça para a direita e depois para a esquerda e faça 4 vezes essa repetição.

Em seguida abaixe a cabeça para frente e para trás, também repita por 4 vezes. 

Por último, faça a rotação da cabeça por completo durante 10 segundos, ate sentir-se relaxado.

2.º Eleve os membros superiores

  1. Estique o braço para frente e entrelace os dedos;
  2. Leve-o acima da cabeça e estique para cima durante alguns segundos;
  3. Relaxe e depois leve seu braço para a direita e segure com a mão esquerda;
  4. Repita o procedimento para o outro braço.

3.º Alongue os membros inferiores

Em pé, com os pés unidos, fique na meia ponta dos pés. Depois volte com a sola do pé no chão, repita esse procedimento 4 vezes. Em seguida, dobre a perna direita para cima, segurando com uma mão e depois repita o mesmo procedimento com a perna esquerda.

4.º Alongue as costas

Para esse exercício necessita-se encontrar uma dupla. Um de costas para o outro com as mãos dadas, em seguida, um de cada vez irá se inclinar para baixo. 

5.º Relaxe os dedos

Estique os braços para frente e com os dedos para cima, com a outra mão, fazer força contra si trazendo os dedos para frente. Repita na outra mão também.   

Conclusão

Em resumo, no artigo de hoje te mostrei qual é a importância da ginástica laboral. Antes de tudo, você viu o que é e como funciona esse exercício.

Depois você viu 7 benefícios da ginástica laboral e um exemplo para você saber como ela é executada.

Tem alguma dúvida sobre esse assunto? Deixe um comentário! Estamos ansiosos para bater um papo com você.

O que é telemedicina: como funciona e quais são as vantagens
O que é telemedicina como funciona e quais são as vantagens

Saber o que é telemedicina é essencial na época que estamos vivendo. Pois o uso da tecnologia de informação agrega Read more

6 dicas de autoajuda para TOC
6 dicas de autoajuda para TOC

Você sabia que existem técnicas de autoajuda para TOC? No artigo de hoje vou te mostrar 6 dicas que vão Read more

8 maneiras de construir uma autoestima duradoura
8 maneiras de construir uma autoestima duradoura

Já parou para pensar como você pode construir uma autoestima duradoura? Pode parecer algo inalcançável, mas a verdade é que Read more

Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC): o que é e quais são os sintomas
Transtorno obsessivo-compulsivo (TOC) o que é e quais são os sintomas

Você sabe o que é transtorno obsessivo-compulsivo (TOC)? Muitas vezes usamos  a expressão “TOC” para rotular uma pessoa ou justificar Read more

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *