9 dicas de finanças que todo MEI precisa saber

9 dicas de finanças que todo MEI precisa saber

Se tem um assunto que todo MEI precisa saber é sobre finanças, tanto pessoais quanto sobre o seu negócio. 

Provavelmente, você já é um microempreendedor individual ou está buscando informações para se tornar um. 

Por isso, é extremamente importante você sabe gerenciar as suas finanças. Não somente anotando o quanto você ganha e o quanto você recebe, precisa também determinar um valor para investimentos e retirar o pró-labore. 

Vou te explicar exatamente cada um desses itens na próxima linha. Vamos lá?

1) Crie um fundo de aposentadoria

Crie um fundo de aposentadoria

Criar um fundo de aposentadoria é uma dica básica. Você, como todos os outros trabalhadores, precisa estar preparado para a aposentadoria.

Você não precisa separar uma tonelada de dinheiro para o fundo, mas economizar agora ajudará a reduzir sua conta de impostos e aumentar os impostos diferidos até que você decida usar os fundos para a aposentadoria.

2) Diversifique seus investimentos

Outra dica importante de finanças para MEI é diversificar seus investimentos.

Grande parte dos microempreendedores tendem a reinvestir seu capital pessoal totalmente em seus negócios.

Embora isso ajude a crescer, você não deve colocar todos os seus ativos pessoais em uma única aposta.

Por isso, procure investir também em negócios paralelos, investimentos alternativos ou simplesmente guardar dinheiro em uma conta poupança.

Tudo isso, caso você precise, fechar o seu negócio por algum motivo, nem todos os seus bens pessoais terão sido canalizados para um negócio falido.

3) Tenha um fundo de emergência

Esta é uma dica de finanças pessoais que MEI também precisa seguir.

Isso porque a probabilidade é os negócios não prosperem mês após mês e você, como proprietário de uma empresa, provavelmente, terá que lidar com ganhos de renda irregulares ao longo do ano.

Por isso, é importante fazer um orçamento para os meses de baixa. Certifique-se de ter economias de “emergência” suficientes em mãos para que possa resistir a quaisquer meses de negócios difíceis.

4) Mantenha suas finanças pessoais e comerciais separadas

Mantenha suas finanças pessoais e comerciais separadas

Quando você é MEI pode haver uma confusão entre quem é você e quem é a sua empresa. 

É normal, afinal de contas você está tão envolvido e conectado com seu negócio que pode parecer que você é o seu negócio e o seu negócio é você.

Embora isso realmente seja uma vantagem,  não deve se aplicar às suas finanças. Isso porque manter suas finanças pessoais e de negócios separadas te:

  • Salva da dor de cabeça durante a temporada de impostos, quando você está deduzindo suas despesas comerciais;
  • Dá ao seu negócio mais credibilidade e legitimidade;.
  • Elimina a responsabilidade pessoal quando algo negativo acontecer ao seu negócio no futuro.

Sendo assim, ao iniciar seu negócio, abra uma conta bancária comercial e solicite um cartão de crédito comercial para usar nas suas despesas comerciais. Este é um ótimo começo para separar suas contas comerciais e pessoais. 

5) Separe o pró-labore

Outra coisa que de finanças que todo MEI precisa saber é o que pró-labore.

Pró-labore nada mais é do que o seu salário como empresário. Um dos principais erros de microempreendedor individual é não se pagar. 

Apesar de você ser dono do seu próprio negócio, como te mostrei no tópico interior, você precisa separar as suas finanças e separar uma quantia para você tirar como salário.

Afinal de contas, você gastou tempo e tem um valor de hora que deve ser pago. 

6) Mantenha suas despesas baixas e siga um orçamento

Pode ser difícil gerenciar seus gastos pessoais do dia a dia quando é mais importante manter um orçamento para sua empresa.

Mas não deixe que o gerenciamento do seu próprio dinheiro seja perdido enquanto você se concentra no crescimento do seu negócio.

Por isso, tenha tudo anotado em uma planilha ou utilize um aplicativo que vá te ajudar nas suas finanças.

Saiba exatamente o quanto você vai gastar e não esquece de separar também aquela quantia para despesas avulsas. 

7) Cuida da sua saúde e economize tempo e dinheiro

Cuida da sua saúde e economize tempo e dinheiro

Se tem uma coisa que demanda tempo e dinheiro é a nossa saúde. Você como MEI, provavelmente, já pensou: “e se eu sofrer um acidente como minha empresa vai continuar”?

Essa é um pensamento extremamente normal e você deve colocá-lo no papel.

Afinal de contas você não sabe quando vai precisar ficar internado ou se vai precisar de uma cirurgia de emergência.

Por isso, a melhor opção é manter um plano de saúde empresarial. Além de todas as vantagens de um plano de saúde tradicional, você também os benefícios de uma empresa. 

Sem contar que sai muito mais em conta contratar um plano empresarial do que um individual ou familiar. 

Quer saber sobre esse assunto? Converse com um dos nossos consultores.  

8) Contrate um funcionário na hora certa

Um MEI pode ter um funcionário, mas isso não significa que você vai contratá-lo assim que iniciar o sue negócio. Afinal, um funcionário gera despesas para a empresa. 

Por isso, quando começar a expandir e conseguir manter um funcionário ocupado por 40 horas por semana, é hora de contratar um profissional. 

Esse investimento vale a pena quando você já sabe quanto vai precisar separar para manter aquela pessoa na sua empresa. 

Caso ainda não seja o momento, você pode contratar um profissional para realizar serviços esporadicamente. 

9) Resista ao impulso de procrastinar

Sei que pode não ser uma das coisas mais divertidas de se fazer, mas você precisa parar de procrastinar quando o assunto é cuidar das finanças do seu negócio como MEI. 

Sei que você tem um milhão de outras coisas para fazer que precisam de sua atenção total.

Embora isso seja certamente verdade, não deixe que isso se torne uma desculpa constante.

Acompanhar as finanças da sua empresa é extremamente importante e adiar essa tarefa pode trazer erros comerciais que poderiam ter sido facilmente evitados.

Conclusão

Em resumo, no artigo de hoje te mostrei 9 dicas de finanças que todo MEI precisa saber.

Entre elas, te mostrei a importância de criar um fundo para aposentadoria e fundo de emergência. 

Você viu também como diversificar os seus investimentos, separar suas finanças pessoais das comercias e o que é o pró-labore. 

Além disso, você viu também como é essencial manter as despesas baixas, cuidar da sua saúde, contratar um funcionário na hora certa e resistir ao impulso de procrastinar. 

Gostou do artigo? Deixa um comentário! Assim vou saber que posso trazer mais assuntos como este aqui para o blog. 

12 motivos para escolher Plano de Saúde Empresarial Bradesco
12 motivos para escolher Plano de Saúde Empresarial Bradesco

O Plano de Saúde Empresarial Bradesco possui ativos que você precisa conhecer agora para se decidir. Poderia dizer na introdução todas Read more

5 passos para escolher um plano de saúde ideal
5 passos para escolher um plano de saúde ideal

Se você estar querendo escolher um plano de saúde para você e sua família, significa que você é alguém que Read more

Por que ter um plano de saúde? 12 motivos que vão te ajudar a fazer a melhor escolha
Por que ter um plano de saúde 12 motivos que vão te ajudar a fazer a melhor escolha

Você está com dúvida sobre por que ter um plano de saúde? Fique tranquilo que no artigo de hoje vou Read more

Para quem é indicado o plano de saúde com coparticipação
Para quem é indicado o plano de saúde com coparticipação

Se você quer saber para quem é indicado o plano de saúde com coparticipação, provavelmente, você está considerado contratar esse Read more

Add a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *